EMI demite 1,5 mil e enxuga catálogo em 20%

A EMI Group PLC, uma das cinco gigantes do showbiz, ao lado da Universal, Warner, Sony e BMG, anunciou hoje a demissão de 1,5 mil funcionários, a venda de unidades de fabricação de CDs e DVDs na Europa e nos Estados Unidos e a redução de seu quadro de artistas em 20%.Sediada em Londres, a multinacional explicou as medidas como parte de sua reestruturação para diminuir custos. Ela espera economizar 50 milhões de libras ao ano (R$ 267 milhões). Em seu último balanço, a gravadora registrou vendas de 2,17 bilhões de libras (R$ 11,6 bilhões), resultado 11,1% abaixo do ano anterior.A EMI ainda não nomeou os artistas que irá dispensar, limitando-se a dizer que serão os de baixo retorno comercial. Entre as estrelas de primeiro time da gravadora estão os Rolling Stones, Norah Jones, Coldplay, Radiohead, Janet Jackson e Garth Brooks, sem contar o catálogo dos Beatles.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.