Acervo Estadão
Acervo Estadão

Elza morreu exatamente 39 anos após Garrincha

Um dos grandes craques do futebol brasileiro, seu companheiro morreu em 20 de fevereiro de 1983

Patrick Freitas, Especial para o Estadão

20 de janeiro de 2022 | 19h04

Garrincha conheceu Elza em 1962, pouco antes da Copa do Mundo do Chile. Na época, o craque era casado e tinha oito filhas. Depois de voltar vitorioso da competição,separou da esposa para viver com a cantora por quem se apaixonou.

O divórcio ainda não existia no Brasil – a Lei do Divórcio foi instituída em 1977, e a permissão para constituir outra união legal só foi contemplada pela Constituição de 1988. A única forma de separação era o desquite, um tabu naquele tempo. Muitos fãs se revoltaram com o caso. Garrincha sempre defendia Elza quando ela era acusada de ter acabado com seu casamento.

Do casamento, nasceu Manuel Garrincha dos Santos Junior, o "Garrinchinha", único filho do casal, em 1976. Garrinchinha, no entanto, faleceu precocemente, aos 9 anos, vítima de um acidente de carro. Elza sofreu diversas violências praticadas pelo futebolista e não aceitou mais as agressões físicas e traições de Garrincha.

Garrincha e Elza se separaram em 1982. No ano seguinte, Garrincha morreu em decorrência de uma série de problemas de saúde causados pelo alcoolismo. 

Tudo o que sabemos sobre:
Elza SoaresGarrincha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.