Dylan Martinez/Reuters
Dylan Martinez/Reuters

'Ele precisa de um tapa', afirma Pete Doherty sobre Liam Gallagher

Em entrevista, o ex-Libertines desafia o ex-Oasis para um luta de boxe, lembra de velhas rixas com Liam e aproveita para fazer críticas sinceronas à banda Arctic Monkeys

Redação, O Estado de S. Paulo

30 de maio de 2019 | 18h21

Criador das bandas The Libertines e o Babyshambles, o músico britânico Pete Doherty mostrou que, aos 40 anos, continua mais polêmico do que nunca. Há poucos dias, lembrou da rixa que tem há anos com o igualmente encrenqueiro Liam Gallagher e ainda deu sua opinião sincerona sobre o grupo Arctic Monkeys.

Brigas à parte, os dois ingleses têm filhos com Lisa Moorish, vocalista da banda Kill City. Pete é pai de Astile Doherty e Liam de Molly Gallagher. 

Doherty não esquece que em 2017, Drew McConnell, baixista do Babyshambles, deixou a banda para tocar com o ex-Oasis nos shows ao vivo da carreira solo. Também parece não ter digerido bem as críticas feitas por Liam a ele e suas composições no longínquo 2005.  

“Acho que devemos ter uma luta de boxe patrocinada e o perdedor fica com Drew", afirmou Doherty ao Slacker Podcast de Phil Taggart. “Ele precisa levar um tapa.”

Em relação ao Arctic Monkeys, Pete Doherty, que acaba de lançar disco com sua nova banda, The Puta Madres, lembrou ter evitado por muito tempo ouvir as músicas do quarteto também britânico. “Soube que eles eram bons, então não queria ouvir”, contou.

E sobre Alex Turner, vocalista do Arctic Monkeys, Pete disse que o considera um bom letrista. “Mas não gostaria de me relacionar com ele. Nas músicas que já ouvi, ele realmente disseca esse assunto. Com certeza, isso deixa muitas meninas constrangidas.”

Liam Gallagher, quando foi questionado sobre o que achava de Doherty, contou: “Só o vi uma vez, mas isso foi anos atrás, quando ele estava com ... como são chamados ... Libertines. Foi apenas ‘olá, você é muito alto’. Ele parecia o pedestal do meu microfone”. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.