Eldorado lança as pérolas do seu catálogo

De Noel Rosa a Jimi Hendrix, de Frank Sinatra a Helena Meirelles ou ainda de Thaíde e DJ Hum a Leny Andrade, passando por coletâneas de rock dos anos 50 e 60 até o blues brasileiro de André Christovam. A nova série de lançamentos da gravadora Eldorado chega às lojas com opções para todos os gostos e também para todos os bolsos.Vasculhando seu catálogo, a gravadora decidiu relançar o trabalho de vários artistas em uma série popular, Sucessos em Dobro, que inclui dois discos em um mesmo CD pela metade do preço do mercado (custa cerca de R$ 11). Cada disco traz dois álbuns de um mesmo artista ou dois artistas do mesmo gênero dividindo o CD."Há um resgate do acervo, já que dos 26 títulos lançados, cerca de 10 estavam fora de catálogo e alguns nem haviam saído em CD", explica Roberto Ameriot, gerente-geral da gravadora Eldorado e responsável pela série. Um dos casos foi o disco Vadico - Evocação 3, de 79, que só havia sido lançado em LP. O disco agora divide espaço com Noel Rosa - Inédito e Desconhecido, de 83.Violeira - O CD traz algumas das canções que o compositor paulista Vadico fez em parceria com Noel, como Feitiço da Vila e Feitio de Oração, primeiro trabalho conjunto, feita em 1932 quando eles se conheceram nos estúdios Odeon. Em outra linha da MPB, a cantora carioca Leny Andrade mostra sua bossa e jazz nos álbuns Luz Neon (89) e Bossa Nova (91).A violeira mato-grossense-do-sul Helena Meirelles, capa da revista norte-americana Guitar Player de 1993, mostra suas modas de viola com dois de seus CDs, Helena Meirelles (94) e Raiz Pantaneira (97), que conta com a participação do cantor Sérgio Reis. Na linha rock rural, aparece a dupla Sá & Guarabyra, que se apresentou na tenda Brasil do Rock in Rio novamente como um trio, com a volta de Zé Rodrix. O CD traz Vamos Por Aí (90) e Sá & Guarabyra (94).Jimi Hendrix é um caso à parte. Faz na série uma inusitada parceria com o pianista Jerry Lee Lewis, ambos com álbuns coletâneas. Apesar de serem representantes do mais puro rock n´ roll, não têm tanta afinidade como pode parecer, a não ser pelo fato de os dois terem incendiado seus instrumentos em apresentações endiabradas.O blues nacional também está bem representado. O guitarrista angolano radicado no Brasil Nuno Mindelis (com Texas Bound, 97) e o carioca Flávio Guimarães (Little Blues, 95), gaitista do Blues Etílicos, estão juntos. O grupo Blues Etílicos por sua vez, aparece com Água Mineral (89) e Blues Etílicos (88), que até então só havia saído em LP. O guitarrista André Christovam participa com os discos A Touch of Glass (90) e The 2120 Session (91).Para quem curte um cineminha, há até o CD The Best of Oscar, com as trilhas sonoras premiadas em Hollywood, com direito a My Heart Will Go On, de Celine Dion. Tema do dramalhão aquático Titanic, de James Cameron.Por se tratar de uma série popular, os mais exigentes podem se ressentir de mais informações sobre os discos gravados e também da capa única da série, que reproduz as originais de forma estilizada. A gravadora também teve de entrar em contato com os artistas ou responsáveis pelas obras para resolver um pequeno problema técnico.Com a limitação de espaço no CD, que comporta apenas 74 minutos, algumas faixas dos trabalhos tiveram de ser cortadas, transformando alguns discos em compilações. Os próprios artistas escolheram quais músicas ficariam de fora e a informação sobre essas músicas constam na contracapa do encarte. Isto, porém, não empobrece a série, que em março ganha mais sete títulos e espera fechar o ano com 50 CDs.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.