Facebook;Motorhead
Facebook;Motorhead

Eddie Clarke, guitarrista da formação clássica do Motörhead, morre aos 67 anos

Após a saída do grupo, ele formou a banda Fastway, e desde 1994 investia numa carreira solo com diversos discos lançados

Guilherme Sobota, O Estado de S. Paulo

11 Janeiro 2018 | 11h02

O guitarrista da formação clássica do Motörhead, Eddie Clarke, morreu aos 67 anos, na quarta-feira, 10. A informação foi divulgada na página oficial da banda. Segundo a nota, Clarke morreu em paz, no hospital onde estava internado para tratar uma pneumonia.

Clarke era guitarrista em alguns dos álbuns mais importantes da banda, como Motörhead (1977), Overkill (1979), Ace of Spades (1980) e No Sleep 'til Hammersmith (1981). Após a saída do Motörhead, ele formou a banda Fastway, e desde 1994 investia numa carreira solo com diversos discos lançados.

+ Lemmy Kilmister viveu o rock até o limite e se torna uma lenda de um novo cenário sem excessos

O guitarrista Phil Campbell lamentou a morte de Clarke. "Que choque. Ele será lembrado por seus riffs icônicos, e era um verdadeiro cara do rock and roll. Descanse em paz, Eddie", escreveu.

O baterista Mikkey Dee também se mostrou triste com a notícia. "O último dos três amigos. Eu vi Eddie não muito tempo atrás e ele estava em ótima forma. Então isso é um choque. Eu e Eddie sempre nos demos bem. Eu estava ansioso para encontrá-lo no verão no Reino Unido, na turnê do Scorpions. Agora Lemmy e Philthy podem tocar com o Eddie de novo, e se você ouvir atentamente, tenho certeza de que poderá ouvi-los, então preste atenção!"

Mais conteúdo sobre:
Eddie Clarke Motörhead

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.