Henry Nicholls/ Reuters
Henry Nicholls/ Reuters

Ed Sheeran lança disco em meio a isolamento pela covid

Músico britânico revelou no começo desta semana que foi diagnosticado com coronavírus e cancelou eventos presenciais de divulgação do novo álbum; confira algumas canções

Marie-Louise Gumuchian, Reuters

30 de outubro de 2021 | 14h04

O astro musical Ed Sheeran lançou seu quarto disco solo, intitulado "=" (Equals/ iguais), na sexta-feira, 29, isolado pela covid-19, dizendo que o comemoraria com uma "festa solo".

O cantor, conhecido por canções líderes das paradas como Shape of You e Thinking Out Loud, havia dito aos fãs no começo desta semana que foi diagnosticado com coronavírus e cancelou todos os eventos presenciais de divulgação do novo álbum.

"Obviamente, ainda estou no isolamento da covid, mas me contem o que acham quando tiver saído. Nunca fiquei tão orgulhoso de um trabalho, e mal posso esperar para todos vocês ouvirem", disse ele no Instagram na noite de quinta-feira.

"Farei uma festa solo hoje à noite e amanhã para comemorar, tocando bem alto."

Sheeran, que batizou seus discos solo anteriores com símbolos matemáticos, disse que "=" é o favorito dos que já gravou e que tem canções sobre sua esposa e sua filha.

Críticos dizem que o vencedor do Grammy, que já vendeu mais de 150 milhões de discos em todo o mundo, atem-se à fórmula de sucesso de letras confessionais no novo lançamento.

"É mais do mesmo do cantor e compositor de Suffolk (Inglaterra), que entregou um quarto álbum de sucessos inegáveis e poções espertas e enjoativas", disse o site de música NME, dando ao disco três de cinco estrelas.

"Para alguns gostos, Sheeran será cafona e banal. Mas o que ele faz bem é essencialmente indiscutível: apresentar canções que preenchem as necessidades emocionais de momentos universais", disse o jornal britânico Telegraph, dando quatro estrelas ao disco.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Ed Sheeranmúsicacoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.