Henry Nicholls/ Reuters
Henry Nicholls/ Reuters

Ed Sheeran é escolhido artista britânico da década após quebrar recordes

Seu sucesso global 'Shape of You' - que passou 14 semanas no topo da parada do Reino Unido em 2017 - foi eleita a maior canção dos últimos 10 anos

Marie-Louise Gumuchian, Reuters

12 de dezembro de 2019 | 12h02

O cantor e compositor Ed Sheeran foi escolhido como Artista Britânico Número 1 Oficial da Década após uma sequência de sucessos que quebrou recordes, anunciou a Official Charts Company, nesta quarta-feira.

Seu sucesso global Shape of You - que passou 14 semanas no topo da parada do Reino Unido em 2017 - foi eleita a maior canção dos últimos 10 anos.

Sheeran ainda levou um prêmio por superar recordes nas paradas por ter emplacado o maior número de singles e álbuns no primeiro lugar entre 2010 e 2019. No total, seus lançamentos passaram 79 semanas no topo ao longo desse período, acrescentou a empresa que compila as paradas semanais do país.

Entre os ganhadores anteriores do prêmio estão Paul McCartney e Justin Bieber.

“No início da década, ele era um jovem de 18 anos pouco conhecido (embora muito considerado) de Suffolk — mas seu catálogo de conquistas desde então é genuinamente notável”, disse Martin Talbot, executivo-chefe da Official Charts Company.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Thank you to everyone who’s supported me over the past 10 years, especially my amazing fans. Here’s to the next 10! @officialcharts

Uma publicação compartilhada por Ed Sheeran (@teddysphotos) em

 


Sheeran estreou nas paradas britânicas com sua primeira música de trabalho, The A Team, em 2011, e de lá para cá acumulou oito singles no primeiro lugar. Seus quatro discos de estúdio também lideraram as paradas britânicas.

“Obrigado a todos que me apoiaram nos últimos 10 anos, especialmente meus fãs incríveis. Viva os próximos 10”, disse Sheeran em um comunicado sobre os prêmios.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Ed Sheeranmúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.