E-music arma sua tenda em Arujá

A rave Megavonts, que neste ano comemorou seus cinco anos de existência, arma amanhã suas tendas no Arujá. São 18 horas ininterruptas de música eletrônica, em 4 arenas que trazem nomes consagrados da cena nacional, e outros nem tanto, do exterior. A segunda edição anual do evento bate de frente com o Creamfields (festival do club Cream, que montou seu palco no Free Jazz), que leva para Buenos Aires neste final de semana nomes como Saint Germain, Dave Seaman e o top Paul Oakenfold, depois da passada rápida de ontem na boate Mythos de Santos.Desta vez, a festa ocorre na Fazenda Arujabel, conhecida do público teen por abrigar nas férias de janeiro e julho o English Camp. A área tem, ao todo, 50 alqueires de área verde, com lagos, bosques e campos gramados, a cerca de uma hora da região metropolitana de São Paulo. O evento reúne para esta edição 36 DJs ao todo, nas picapes nas quatro pistas que a festa preparou, no mesmo esquema que a consagrou como referência da cultura rave."A Megavonts é um ícone da e-music", define o DJ Dudu Mellão, que já esteve no line-up da festa em outras ocasiões. "É a maior rave do Brasil." A tenda de psy-trance, onde se apresentam Rica Amaral e Feio, do projeto XXXperience, é a área mais apropriada para os ravers tradicionais. Nela, a outra atração é o português Paulo, às 13 h do domingo.Na pista de trance e hard house, o destaque internacional é o inglês Glenn Miller. O DJ chega à pista depois do live P.A., do Nude e de Jason Bralli, do Next. Também se apresentam por lá Santiago e Vitor Lima, residente dos sábados no Manga Rosa.O tecno é atração garantida. Não só pelo britânico Dave the Drummer, em sua enésima vez pelo Brasil, mas também graças aos DJs nacionais. A partir das 2 h, se apresentam na seqüência Renato Cohen, Anderson Noise e Camilo Rocha. Depois de Dave, Alex S., Mau Mau e Ana & David e Claudinho I, também do Manga.Seguindo a mesma linha da tenda tecno, o inglês Dodgy perde um pouco do brilho na tenda drum n´bass. Afinal, a arena marca o lançamento de dois CDs: o Drum and Bass Brazuca, produção independente de Ramilson Maia (que se apresenta às 3 h) e Audio Architecture II, do top Marky, que faz a última apresentação da arena depois de Patife.Megavontz II. Fazenda Arujabel (Rodovia Presidente Dutra, saída 199, tel.: 3191-0011). Ingressos: R$ 35.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.