Dussek enfrenta o repertório dos Beatles

O loiro debochado que fez nos anos 80 um rock-and-roll pedindo às pessoas que trocassem seus cachorros por crianças pobres não aparece em programas de televisão há quase uma década, e suas músicas pouco tocam em rádios. Fora da mídia sem nunca ter saído dos palcos, Eduardo Dussek faz seu retorno atacando em várias frentes.A missão que tem agora, sugerida pelo Teatro Popular do Sesi, é encarar versões para o sempre espinhoso repertório dos Beatles. Espinhoso porque músicas de Lennon e McCartney são aquela faca de duas pontas que tanto podem agradar fácil por estarem impregnadas no imaginário popular quanto podem ser apedrejadas pela grande quantidade de fãs ardorosos e inflexíveis. O show, único e com entrada franca, será hoje, às 20h, no Teatro do Sesi.Faz parte de uma série intitulada Beatles 4 Versões, que quer mostrar a força de influência dos Fab Four nos trabalhos de artistas brasileiros. Já passaram pelo teste a banda Karnak, de André Abujamra, e a cantora Vânia Bastos. Os próximos, no dia 25, serão os cariocas do Blues Etílicos.Dussek não fará uma homenagem aos ingleses nos moldes da que fez recentemente a Carmen Miranda com um espetáculo que permaneceu um ano em cartaz. Escolherá uma dúzia de canções dos Beatles, entre elas I Wanna Hold Your Hand, Yesterday, Fool on the Hill e Lucy in the Sky With Diamonds, mas não se prenderá às gravações originais.Fã devoto de Rita Lee, vai aproveitar a versão de Can´t Buy me Love que ela gravou com o nome de Tudo por Amor em seu mais recente disco. E com Hey Jude fará o que prefere qualificar de "subversão". "Vai ser algo com uma letra bem engraçada que prefiro guardar como surpresa."As canções com as quais conseguiu popularidade, algumas influenciadas pela estética sinfônica que os Beatles criaram para o pop ao lado de seu produtor, George Martin, também estarão na lista. "Não posso deixar de fora canções como Rock da Cachorra e Nostradamus".O espetáculo será uma adaptação do formato que Dussek utiliza há mais de dois anos para se apresentar em festas e convenções de empresas. Em seu show Dussek Explica faz um humor de extravagâncias pegando como tema os próprios funcionários das empresas que o contratam. "Desta vez, vou fazer com os Beatles o que faço com as empresas", diz, salientando que brincará com os sentidos sem cometer sacrilégios com as canções.Dussek, que dobrou o "esse" para que as pessoas não tivessem mais dúvidas quanto à pronúncia de seu nome, tem na manga dois novos discos que pretende lançar até o final do ano. Um, com músicas inéditas, está sendo negociado com duas grandes gravadoras. Outro, compilação de músicas que compôs para crianças, terá sua renda revertida para entidades que cuidam de menores com câncer.Eduardo Dussek. Hoje, às 20h. Teatro Popular do Sesi (Av. Paulista, 1.313. Tel. 3146-7405). Entrada franca (retirar o ingresso uma hora antes do show na bilheteria do teatro).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.