Duo Assad se apresenta em projeto beneficente

O Duo Assad, formado pelos irmãosSérgio e Odair, faz nesta quarta-feira no Teatro Cultura Artística aprimeira apresentação do programa de assinaturas da Tucca(Associação para Crianças e Adolescentes com Tumor Cerebral).Violonistas consagrados, os Assads vão apresentar um programaque inclui peças de Domenico Scarlatti, Astor Piazzola, JoaquinRodrigo, Leo Brouwer e Claude Debussy. Farão, também, umahomenagem a Jacob Bittencourt, mais conhecido como Jacob doBandolim. "Nós trabalhamos já há muitos anos com um repertóriobem variado, que abrange vários estilos, do barroco àmúsica contemporânea", diz Sérgio. "A combinação entre asmúsicas européia e latina é bastante efetiva para o nossopúblico, pois oconseguimos estabelecer com ele um crescendolento e contínuo de interesse sempre renovado." Sérgio e Odair iniciaram seus estudos aos 8 anos, comMonina Távora, aluna do lendário Andrés Segóvia. "Tivemos a boa sorte deconhecer e trabalhar com ela, que nos mostrou caminhos com osquais nem sonhávamos. Estudamos com ela sete anos, até que nossentimos preparados para vôos internacionais." A primeira apresentação no exterior foi em 1979. "Apartir daí as coisas começaram a acontecer, a princípio numritmo bem lento e, mais tarde, a partir de 93, de modo maisrápido." Desde então, Dawn Upshaw, Gidon Kremer e Yo Yo Ma sãoapenas alguns dos nomes com os quais o duo tem se apresentado. Dentro da variedade de repertório a que se refere SérgioAssad, vale ressaltar a preocupação com a música brasileira."Ela é muito orgânica e tem um poder de comunicaçãoextraordinário. A reação de nosso público por autores nacionaisé de bastante respeito e admiração." Outra característica do trabalho do Duo Assad é apresença de transcrições de obras pensadas para outrosinstrumentos - como é o caso das peças de Debussy do programa desta quarta, por exemplo - para o violão. "Desde o século 19existe a tradição entre os violonistas de recorrer àstranscrições para aumentar em termos quantitativos equalitativos o repertório do instrumento. Os violonistas doséculo 19 eram mais interessantes que os do século 20, pois eleseram também compositores e o trabalho de adaptação de obrasocupava um espaço menor do que no século 20, quando osviolonistas passaram a ser somente intérpretes." Para este ano, a programação da Tucca (cuja rendareverterá para projetos sociais da entidade) inclui também oCoro e a Orquestra Sinfônica de Munique, a Orquestra Sinfônicade Jerusalém (que terá como solista a russa Tatjana Vassilieva,1.º Prêmio Rostropovich em 2001), e a soprano June Anderson. Maisinformações podem ser obtidas pelo telefone (0--11) 3057-0131. Serviço - Duo Assad. Quarta-feira (10), às 21 h. De R$ 30,00 a R$110,00. Teatro Cultura Artística - Sala Esther Mesquita. RuaNestor Pestana, 196, centro de São Paulo, tel. 3258-3616.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.