Duke Ellington Orchestra

Duas grandes orquestras, reminiscentes da era das big bands, tocam em São Paulo, no domingo. Às 11 horas, no Teatro João Caetano, com ingressos a R$ 20,00 apresenta-se a Glenn Miller Orchestra; às 17 horas, na Praça da Paz do Parque do Ibirapuera, com entrada franca, é a vez da Duke Ellington Orchestra, que faz outros três espetáculos no Teatro Alfa - de terça a quinta-feira, às 21 horas, desta vez com entradas que custam entre R$ 20,00 e R$ 100,00.Criada em 1937, a Glenn Miller Orchestra foi uma das bandas mais populares do swing. Miller criou um padrão de orquestração que combinava, de forma rara, bom gosto, inteligência, sofisticação e facilidade de assimilação, uma aparente simplicidade que fazia as melodias assobiáveis, cantaroláveis: populares.Assim foi com as criações ou recriações de Moonlight Serenade, Stardust, In the Mood, Chattanooga Choo-Choo, Serenade in Blue, para mencionar algumas das quase 2 mil peças do repertório da orquestra. A morte de Miller, num acidente de avião, em 1944, contribuiu para o surgimento da mitologia em torno da banda, que aqui terá regência e direção musical de Dick Lowenthal. A apresentação faz parte da série de espetáculos que marca a reinauguração do Teatro João Caetano, reformado e agora com capacidade para receber 448 pessoas na platéia.A Duke Ellington Orchestra é mais antiga e, para a história do jazz, mais importante. Surgiu em 1927, inaugurando o célebre Cotton Club, no Harlem, bairro negro de Nova York, palco para os jazzistas dos primeiros tempos - instrumentistas, cantores, grupos vocais e instrumentais.As viagens internacionais da orquestra começaram em 1933 quando Ellington viajou com o grupo para a Europa. Durante 40 anos, a partir de então, as turnês internacionais foram uma constante. Mas, para além do extraordinário bandleader, um dos formuladores do que seria o jazz, Ellington foi músico e compositor fundamental para a história da música contemporânea, criador de Mood Indigo, Sophisticated Lady, In a Sentimental Mood, Don´t Get Around Much Anymore e outras dezenas de clássicos. Quando morreu, em 1971, a regência da banda ficou com seu filho. Aqui, estará à frente da formação o neto, Paul Mercer Ellington.Glenn Miller Orchestra. Domingo, às 11 horas. R$ 20,00. Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, tel. 5573-3774. Patrocínio: Korn/ Ferry Internacional.The Duke Ellington Orchestra. Domingo, às 17 horas. Entrada franca. Parque do Ibirapuera. Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n.º, tel. 5549-9688. E de terça a quinta, às 21 horas. De R$ 20,00 a R$ 100,00. Teatro Alfa. Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, tel. 0800-558191. Patrocínio: Clariant

Agencia Estado,

16 de novembro de 2000 | 19h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.