Dudu Nobre, a nova cara do samba, faz show em SP

Em pouco mais de um ano, Dudu Nobre virou referência no universo do samba. Nesta sexta-feira e sábado, o jovem e talentoso compositor mostra o porquê dessa constatação no Tom Brasil."Sempre me perguntam de onde podem surgir novos valores e se é possível continuar a renovação do samba", conta. "Um dos argumentos que tenho é mostrar o trabalho de um dos grupos de jongo da Serrinha, morro da zona norte do Rio, que é berço tanto da renovação quanto de inspiração." O conjunto chama-se Tia Maria e vai dar, como diz Dudu, um outro colorido a essa pequena temporada em São Paulo.No CD de estréia, lançado no ano passado, ele apresentou uma variedade de estilos presentes no samba, interpretando e tocando (é ótimo cavaquinista) partidos e sambas de roda, entre outros. "Muita gente tem gostado de mim, pois estou fazendo uma música com mensagem jovem e alegre, mas que respeita a forma do samba e as suas levadas", afirma. "Samba tem de ser bem tocado, bem-feito." Além de fazer música de qualidade, Dudu contou com empurrão de um respeitado padrinho, o sambista Zeca Pagodinho, em cuja banda tocava seu cavaquinho. Hoje, Dudu é um dos compositores sempre gravados não só por Zeca mas por outros bambas. Com 26 anos, ele também já ganhou a admiração da garotada. Neste ano, concorreu a melhor videoclipe de samba no Video Music Brasil da MTV.Para os shows de amanhã e sábado, Dudu toca as músicas do seu CD, entre elas, No Mexe Mexe, No Bole Bole, Feliz da Vida (parceria com Nei Lopes) e Água da Minha Sede - a faixa de trabalho do novo CD de Zeca.Dudu Nobre - Sexta e sábado, às 22 horas. De R$ 20,00 a R$ 40,00. Tom Brasil. Rua das Olimpíadas, 66, tel.3845-2326. Patrocínio: Volkswagen e O Site.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2000 | 19h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.