Duas gravações memoráveis de Cássia Eller

Cássia Eller deixou algumas gravações memoráveis na história do rock brasileiro. O DVD com a gravação de seu show "Acústico" era um dos mais vendidos da Universal. Pelo disco, ela recebeu no dia 10 o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte.Cássia vinha fazendo, desde maio, uma turnê nacional para divulgar o ?Acústico?, seu sétimo disco, que já vendeu mais de 250 mil cópias.Seu primeiro sucesso foi com a música ?Por Enquanto?, de Renato Russo, que ela gravou com uma vinheta de ?I Got a Feeling?, dos Beatles. Outras duas grandes composições da música brasileira foram eternizadas na voz inconfundível de Cássia Eller, que soube unir em sua discografia um conjunto eclético de compositores.?Malandragem?, de Frejat e Cazuza, estão em cinco discos da artista, nas coletânias ?Música Urbana? e ?Minha História?, ambas de 1997, em ?Cássia Eller?, de 1994, e no ?Ao Vivo?, de 1996. A canção "O segundo sol", de Nando Reis, foi gravada por Cássia no ?Com você...meu mundo ficaria completo?, de 1999.As duas músicas estão também no repertório do último disco da artista, o tão esperado ?Acústico MTV?, gravado em 2001. Em entrevista, Cássia Eller lembra a releitura que ?Malandragem? ganhou para este acústico:?A gente começou a tocar a música desde a primeira vez que começamos a ensaiar em Teresópolis, mas não estava saindo do jeito que a gente queria. Terminamos o ensaio numa noite e fomos jogar baralho, escutar música e tocou no rádio uma música com uma levada bem anos 60/70, mais puxada para jovem-guarda; aí um de nós disse: acho que Malandragem é isso aí. No dia seguinte começamos a tocar a música e foi de cabo a rabo.?HistóriaCássia Rejane Eller nasceu no Rio de Janeiro, em 10 de dezembro de 1962. Foi criada entre músicos, por parte de mãe, e o pai, militar, foi responsável por constantes mudanças de endereço. É possível que venha daí a mistura de culturas, ritmos, estilos com os quais a cantora recheou sua obra. Aos 6 anos, Cássia mudou-se com a família para Belo Horizonte. Aos 10, foi para Santarém, no Pará. Aos 12 anos, estava de volta ao Rio. Com 18, ela foi morar em Brasília. Nesta época, Cássia já sabia o que queria fazer na vida: cantar. Sua trajetória musical já havia começado aos 14 anos, quando a carioca ganhou um violão de presente e começou a arranhar algumas músicas dos Beatles.Em Brasília fez de tudo para estar sempre nos palcos. Cantava em coral, fazia testes pra musicais, trabalhou em duas óperas como corista e, em 1981, participou de um espetáculo de Oswaldo Montenegro. Cantou também em um grupo de forró e participou do primeiro trio-elétrico do planalto, o Massa Real, onde cantou durante dois anos. Então mais uma referência juntou-se às já adquiridas pela cantora: a música baiana. Inclusive a instrumental, que Cássia confessa não ter notado antes. Cássia nunca foi muito de estudar. Sua grande meta era poder cantar. Tentou até estudar canto para se tornar cantora de ópera, mas a rigidez e disciplina que esse tipo de trabalho exige acabaram por afastar Cássia da música clássica. Foi a partir de 1989 que Cássia começou seu trajeto pelo mundo do disco. Em São Paulo, ela gravou uma fita demo, apoiada pelo tio, Anderson - que, aliás, foi seu primeiro empresário. Foi ele quem levou a fita para uma audição na gravadora Polygram. Nesta fita estava gravada a música que viria a ser o primeiro sucesso na voz de Cássia, a música "Por Enquanto", de Renato Russo. Veio então o contrato com a gravadora e o primeiro disco, lançado em 1990. Foram sete discos gravados, vários sucessos e uma personalidade inconfundível, que mistura sua timidez latente à rebeldia quase adolescente. Cássia não gostava de pensar em metas para o futuro. Não planejava novos trabalhos nem se preocupava com conceitos. Queria estar no palco o tempo todo e produzir muitas canções. Cássia Eller morreu às 19h05, dia 29/12, após sofrer três paradas cardíacas na clínica Santa Maria, no bairro de Laranjeiras, zona sul do Rio de Janeiro. Ela tinha completado 39 anos em 10 de dezembro.Nas entrevistas de divulgação do seu último disco, Cássia disse várias vezes que já teve problemas com cocaína e excesso de álcool e cigarros. A causa da morte da cantora ainda não foi confirmada, mas há suspeitas de uma overdose. O corpo da carioca passou pelo IML do Rio antes de ser enterrado. O resultado da autópsia deve sair em 20 dias.Clique aqui para ouvir "Malandragem"Clique aqui para ouvir "O segundo sol" Veja a galeria de fotos de Cássia Eller

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.