Dona Neuma é enterrada ao som de "Exaltação à Mangueira"

O corpo de dona Neuma foi enterrado às 11h, no Cemitério São Francisco Xavier, na zona norte do Rio, ao som de Exaltação à Mangueira , acompanhada pela bateria da escola de samba. O governador em exercício, Sérgio Cabral Filho, compareceu ao sepultamento e destacou a importância de Neuma para a comunidade. "Ela foi uma grande educadora: alfabetizou boa parte dos moradores do morro, além de ajudar a organizar o Favela-Bairro na Mangueira", afirmou. O prefeito Luiz Paulo Conde também acompanhou o enterro. "Temos que cultuar essas personalidades, essas pessoas simples que têm a capacidade de influenciar as gerações futuras", disse. Cinco das principais escolas de samba do Rio mandaram representantes ao enterro, que foi acompanhado por centenas de pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.