Janete Longo/ Estadão
Janete Longo/ Estadão

Dolores O'Riordan faria 50 anos e o Cranberries celebra a cantora com o álbum 'Remembering'

A cantora, compositora e musicista irlandesa morreu aos 46 anos, em janeiro de 2018; lembre a trajetória da artista e algumas canções

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de setembro de 2021 | 17h36

Morta aos 46 anos em 15 de janeiro de 2018, a cantora, compositora e musicista irlandesa Dolores O'Riordan faria 50 anos neste dia 6 de setembro. Por isso mesmo, a vocalista da banda Cranberries ganha homenagem nesta data com o lançamento da compilação Remembering Dolores. Projeto da Universal Musica em parceria com a gravadora Island Records estará disponível nas plataformas digitais e foi divulgado em conjunto com os remanescentes dos Cranberries e representantes legais da artista.

Foram selecionadas 15 canções para compor Remembering Dolores. A escolha, feita por amigos, familiares e os integrantes da banda, Fergal Lawler e os irmãos Mike e Noel Hogan, teve como propósito mostrar  facetas de Dolores.

Dolores O'Riordan

Dolores Mary Eileen O’Riordan nasceu no dia 6 de setembro de 1971 na pequena cidade de Ballybricken, perto de Limerick (sudoeste da Irlanda). Ainda jovem, Dolores começou a se destacar por sua voz e a forma como conseguia modulá-la, alternando graves e agudos. Artista completa, também era tecladista e guitarrista. Foi casada por quase 20 anos com o empresário musical Don Burton, com quem teve três filhos - Taylor, Molly e Dakota -, mas se separaram 2014.

Foi em 1990 que Dolores passou a integrar o The Cranberries, que na época se chamava The Cranberry Saw Us, ao substituir a antiga vocalista do grupo, e tinha na formação Feargal Lawler (bateria), Mike Hogan (baixo) e Noel Hogan (guitarra). Foi nessa época que o mundo se encantou com a banda, que surgiu com o álbum Everybody Else Is Doing It, So Why Can’t We? (1993). Nele estavam os hits Dreams, Zombie e Linger. A voz de Dolores seria a marca do grupo, que remetia a sentimentos variados, e transitava entre doçura e lamento. 

O Cranberries terminou em 2003. E os quatro integrantes originais só foram se reunir novamente em 2010 para dar início a uma turnê pelos Estados Unidos e pela Europa. Dois anos depois, chegava ao mercado o sexto álbum de estúdio do grupo, Roses. No entanto, após a turnê, a  cantora com medidas legais e levou ao tribunal Noel Hogan, coautor da maioria das músicas da banda irlandesa.

Mas conseguiram superar as diferenças e, em 2016, retomaram a carreira juntos com nova turnê iniciada na Polônia. No ano seguinte, lançariam o trabalho acústico Something Else, mas no mesmo ano, Dolores teve problemas de saúde e o grupo acabou cancelando seus compromissos.

 

A morte de Dolores O’Riordan

Dolores O’Riordan morreu aos 46 anos, em 15 de janeiro de 2018, notícia que causou comoção em fãs do mundo inteiro. Ela foi encontrada morta em uma banheira do hotel London Hilton on Park Lane, onde estava hospedada, na região de Mayfair, em Londres. De acordo com exames de autópsia, a causa oficial teria sido morte acidental. Naquele dia, a cantora teria ingerido álcool em demasia e desmaiado enquanto estava na banheira, o que resultou em afogamento. 

Em memória a Dolores, em 2019 foi lançado um álbum de despedida, In the End, com repertório de músicas que estavam sendo trabalhadas por ela.

 

Tudo o que sabemos sobre:
músicaDolores O'RiordanCranberries

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.