Alice Venturi
  Alice Venturi

  Alice Venturi

Do samba de Roberta Sá ao pop de Maroon 5: confira as atrações da semana

Opções musicais também incluem Duda Beats, Jorge Vercillo e orquestra de imigrantes; veja ainda o melhor do teatro, atrações infantis e exposições

Danilo Casaletti , Especial para o Estadão

Atualizado

  Alice Venturi

Só clássicos na roda de samba de Roberta Sá

A relação da cantora Roberta Sá com o samba é algo que sempre esteve presente em seus álbuns e projetos. Porém, agora, na volta aos palcos nesta fase mais amena da pandemia, ela dedica um show exclusivamente a ele.

O SambaSá, como foi batizado, traz a cantora interpretando músicas que foram sucesso nas vozes de Zeca Pagodinho, Xande de Pilares, Martinho da Vila, Dudu Nobre e Jorge Aragão. Entre elas, Coração em Desalinho, Fala Baixinho, Maneiras e Alguém me Avisou.

“O repertório desse show é um passeio por tudo o que ouvi e me fez amar o samba. Tem de D. Ivone Lara a Mumuzinho, contempla o repertório de Beth Carvalho a Alcione, além de clássicos do meu repertório, como Samba de Um Minuto”, conta Roberta ao Estadão.

Como toda roda de samba, o SambaSá também deve trazer alguns improvisos, inclusive do repertório. “Para isso, eu conto com um time de músicos experientes em palco e em roda. Músicos que amam tocar e trocar. Sendo assim, o público participa e dá o tom da apresentação junto com quem está no palco”, diz a cantora.

A banda de Roberta é formada por Alaan Monteiro (cavaco e bandolim), Gabriel de Aquino (violão), João Rafael (baixo), André Manhães (bateria), Pedrinho Ferreira (pandeiro, congas, caixa, repique de anel, tamborim, efeitos) e Jéssica Araújo (surdo, tantã, pandeiro, tamborim, efeitos). 

Sáb. (2), 22h. Casa Natura Musical. R. Artur de Azevedo, 2.134, Pinheiros. Ingressos de R$ 70 a R$ 190. Compre aqui seu ingresso.

Maroon 5 no Allianz Parque

A banda pop americana Maroon 5 apresenta o show de sua primeira viagem internacional após o lançamento do álbum Jordi, que traz o sucesso Beautiful Mistake. A abertura é do brasileiro Jão. 3ª (5), 21h. Allianz Parque. Av. Francisco Matarazzo, 1.705, Água Branca. R$ 320/R$ 750.Garanta sua entrada.

Música feita por refugiados

A Orquestra Mundana Refugi, formada por brasileiros, imigrantes e refugiados da Palestina, Irã, Guiné, Congo, Turquia, Cuba, China e Síria, faz o pré-lançamento de seu álbum Subjuntivo. Sexta (1º), 21h. Sesc Vila Mariana. R. Pelotas, 141, Vila Mariana. R$ 20/ R$ 40. Compre aqui.

Roberto Menescal

O músico e compositor Roberto Menescal se une ao trio BossaCucaNova no lançamento do álbum Bossa Got The Blues. Como o título indica, os dois gêneros musicais se encontram em versões para Rio e Você, ambas composições de Menescal com Ronaldo Bôscoli, além de temas instrumentais inéditas. A cantora Cris Delano participa como convidada especial. Sexta (1) e sábado (2), 21h30. Sesc Pompeia. Comedoria. R. Clélia, 93, Pompeia R$ 20/ R$ 40. Ingressos aqui.

Grandes sucessos

O cantor e compositor Jorge Vercilo apresenta seu novo show, Raça Menina. Revezando entre momentos de mais intimidade, com voz e violão, e outros com a participação de sua banda, ele mostra músicas novas, como Endereço, e os antigos sucessos Final Feliz, Ela Une Todas as Coisas e Monalisa. Sáb. (2), 22h. Tokio Marine Hall. R. Bragança Paulista, 1.281, Chácara Santo Antônio. R$ 120/R$ 240. Ingressos.

Duda Beat

A cantora Duda Beat, dona de sucessos como Chega e Bixinho, traz para a cidade a turnê Duda Beat on Tour. Além de música, o show traz elementos cênicos e visuais baseados em uma narrativa dark e sombria de seus últimos clipes, Meu Pisêro e Nem Um Pouquinho.  Sexta (1º), 21h. Espaço das Américas. R. Tagipuru, 795, Barra Funda. R$ 120/R$ 200. Compre seu ingresso.

Orquestra de Câmara

Orquestra de Câmara da ECA/USP (OCAM), formada por jovens estudantes de música, abre a temporada 2022 com um concerto que apresenta as obras Masques et Bergamasques, de Gabriel Fauré, e Concerto para Violino em Ré Maior, de Johannes Brahms. Com regência de Gil Jardim, as apresentações arrecadarão alimentos para serem distribuídos para a Comunidade São Remo. Hoje (1º), 20h, Anfiteatro Camargo Guarnieri. R. do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária. Dom. (3), 17h. Catedral Presbiteriana de São Paulo. Rua Nestor Pestana, 136, Consolação.

Zé Alexandre

O cantor Zé Alexandre, vencedor da primeira temporada do programa The Voice +, exibida no ano passado, estreia o show Soul, Blues e Outras Estradas. Dirigido pelo produtor Torcuato Mariano, Zé apresenta duas canções inéditas e autorais do EP Procura e mostra uma seleção de músicas que ficaram conhecidas nas vozes de Cassiano, Aretha Franklin e Ella Fitzgerald. 5ª (7), 20h. Blue Note. Av. Paulista, 2.073, Consolação. R$ 90. Ingressos aqui.

Tudo o que sabemos sobre:
Jorge VerciloJãomúsicaorquestra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

De circo a teatro: uma seleção de espetáculos para levar as crianças

Fim de semana tem Festival Internacional de Circo, exposição cheia de estímulos sensoriais e teatro com ciência

Vanessa W. Skilnik, www.bora.ai

01 de abril de 2022 | 05h00

Que tal levar as crianças para se maravilhar nesse fim de semana? Opções não faltam: exposição cheia de estímulos sensoriais, festival de circo e peças de teatro que são pura diversão - mas trazem informação também. Veja mais opções no www.bora.ai

Exposição “Espuma Delirante” 

A exposição do artista Rafael Silveira é marcada por obras que misturam técnicas clássicas de pinturas com tecnologia e imagens que se movem, esculturas derretidas, paredes animadas e quadros que piscam. A inspiração é sorvete derretido. Dezessete obras fazem parte da exposição, com ambientes conectados por iluminação e sonorização especiais. Para as as crianças, vale curtir essa experiência colorida e com múltiplos estímulos sensoriais. Aproveite para visitar as atrações dos outros andares do espaço.

Farol Santander São Paulo. R. João Brícola, 24. Até 7 de agosto. Terça-feira a domingo, das 9h às 20h. R$ 30 (inteira). Livre.

 

Circus - A nova tournée 

A peça da Cia. Circo dos Bonecos usa o humor para recriar uma sequência ágil onde nada dá certo: o homem-bala fica entalado no canhão, o dromedário foge do controle, a mosca tenta improvisar um strip-tease... Também tem Minhocas Trapezistas, Mosca Dançarina entre outros personagens divertidos em clima circense.

Teatro Alfa. R. Bento Branco de Andrade Filho, 722. Temporada Alfa Crianças. De 2 de abril a 1º de maio. Sábado e domingo, 16h. R$ 40 (inteira). 55 minutos. 4 anos.

Festival Internacional de Circo (FIC)

Em sua quarta edição, o FIC volta a São Paulo com uma intensa programação gratuita, levando a arte circense para diversos bairros em todas as regiões da cidade. As 71 atrações são presenciais e online e incluem espetáculos criados com exclusividade para essa edição, entre eles Ponto e Linha, que traz para a cena uma criativa interação entre artistas gordos e magros. Confira a programação completa no site do evento.

*Região Central (Centro Histórico, Bom Retiro, Santa Ifigênia). Zona Norte (Perus, CH Eduardo Gomes). Zona Sul (Parelheiros, Jardim Sabará, Ipiranga). Zona Leste (Cangaíba, Cidade Tiradentes, Guaianases, Jardim Popular, Vila Paulista). Zona Oeste (Água Branca, Lapa). Grátis – Os ingressos são distribuídos com 1 hora de antecedência. Livre. Confira as atrações online no canal oficial do festival no YouTube.

 

TEATRO INFANTIL

Meu Pequeno Universo

Um grande arquiteto e seu filho trabalham em um projeto para um novo universo e embarcam em uma jornada em busca da origem de tudo. Mas o plano original sai do curso quando sum misterioso personagem decide mudar as coisas de lugar. Um espetáculo que fala sobre elementos químicos, física, astronomia e que também mostra às famílias a importância de brincar com música ao vivo, performances e uma linguagem para conscientizar o espectador sobre a importância do nosso planeta. Da Cia. Alvo, a peça é inspirada no livro O Grande Projeto, do físico britânico Stephen Hawking. 

Teatro Ruth Escobar. Rua dos Ingleses, 209. De 2 de abril a 28 de maio (somente aos sábados), às 16h. R$ 20 inteira. 6 anos.

Maria e os Insetos

Segundo espetáculo de uma trilogia sobre mulheres que mudaram o curso da ciência da Companhia Delas. Conta a história da naturalista alemã e ilustradora científica Maria Sybilla Merian, que fez pinturas detalhadas sobre plantas e insetos que costumava recolher e observar no comecinho do século 17. Uma garota que decide explorar as florestas tropicais do Suriname em busca de insetos e acompanhar de perto o processo de metamorfose das borboletas, revolucionando a compreensão sobre estes seres. 

Teatro do Sesc Santo Amaro.  R. Amador Bueno, 505. De 3 de abril e 8 de maio. Domingos, às 16h. R$ 24 inteira, gratuito para crianças até 12 anos (disponíveis a partir de 29/03, às 14h, em sescsp.org.br e em 30/03, 17h, em toda rede Sesc). 60 minutos. Livre.

Tudo o que sabemos sobre:
circoteatrocriança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Gregório Duvivier reestreia o monólogo 'Sísifo'; veja outros destaques de teatro

No Masp, espetáculo 'Pessoa(s)', da Studio3 Cia. de Dança, celebra o universo do poeta Fernando Pessoa

Danilo Casaletti, Especial para o Estadão

01 de abril de 2022 | 05h00

Monólogo de Duvivier

O ator Gregório Duvivier reestreia o monólogo Sísifo, texto escrito por ele e por Vinicius Calderoni. Inspirado no mito grego do homem que carrega todo dia sua pedra ladeira acima para vê-la rolar e começar tudo novamente, o espetáculo conecta a mitologia com o Brasil contemporâneo dos memes e gifs.

 

Reestreia hoje (1º). 6ª e sáb., 21h; dom., 17h. Teatro Sérgio Cardoso. Sala Nydia Licia. R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista. R$ 50/R$ 120. Até 24/4. Ingressos aqui.

Lucinha Lins e os dilemas da idade

Na peça As Meninas Velhas, Zuleika (Lucinha Lins), Norma (Barbara Bruno), Corina (Nadia Nardini) e Edith (Sônia de Paula) são amigas sessentonas que convivem com os dilemas da idade. Estreia sáb. (2). 6ª, 20h; sáb., 21h; dom., 18h. Teatro Vivo: Av. Dr. Chucri Zaidan, 2.460, Morumbi. R$ 60. Compre aqui o ingresso.

Relações modernas

Da Cia. Teatro Independente, Pá de Cal (Ray-Lux), com texto do dramaturgo Jô Bilac, aborda a relação de pais e filhos – por meio de seus representantes - que, entre discussões sobre suicídio e a terceirização das relações, revela sentimentos de culpa e a ausência de afeto. A direção é de Paulo Verlings. Estreia 5ª (7). 5ª, 6ª e sáb., 20h; dom., 19h. Itaú Cultural. Av. Paulista, 149, Bela Vista. Grátis (reserva no site www.itaucultural.org.br ). Até 10/4.

Ancestralidade

O espetáculo O canto das ditas - Fragmentos Afrografados de Cidades Tiradentes reflete como a África se manifesta no dia a dia das moradoras do bairro. Para isso, o Núcleo Teatral Filhas da Dita mapeou esse legado ancestral junto a parentes, amigos e desconhecidos que caminham pelo bairro. A direção e dramaturgia é de Antonia Mattos. Hoje (1º) e sáb. (2), 20h. Sesc Bom Retiro. Al. Nothmann, 185, Campos Elíseos. R$ 20/R$ 40. Ingressos aqui.

‘Pessoa(s)’ no Masp Auditório

Pessoa(s), da Studio3 Cia. de Dança e concepção de Anselmo Zolla e William Pereira, celebra o universo do poeta português Fernando Pessoa – os bailarinos transformam gestos em poemas. 3ª (5), 4ª (6) e 5ª (7), 20h. Grande Auditório Masp Klabin. Av. Paulista, 1.578, Bela Vista. Gratuito (retirar ingresso 2h antes).

Tudo o que sabemos sobre:
Gregório Duviviermitologiateatro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Sebastião Januário traz suas obras na exposição 'Cores Para Esquecer'

Já a mostra 'Viúvas de Maridos Vivos', de Leandro Junior, fala sobre as mulheres que ficam sozinhas enquanto maridos procuram por trabalhos

Danilo Casaletti, Especial para o Estadão

01 de abril de 2022 | 05h00

Cores para Esquecer      

A exposição Cores para Esquecer, do pintor e desenhista Sebastião Januário, traz obras produzidas entre 1970 e 2022 – 11 delas inéditas, iniciadas nos anos 1970 e finalizadas para a exposição. Em sua arte, Januário reflete temas como a ancestralidade e a fé. A mostra é a primeira individual do artista em 24 anos. 

 

Abertura: sáb. (2). 3ª a 6ª, 12h/19h; sáb., 11h/17h. Galeria Periscópio. Al. Lorena, 1.257, casa 4, Jd. Paulista. Gratuito. Até 30/4.

Mulheres de Barro

A mostra Viúvas de Maridos Vivos, de Leandro Junior, retrata as mulheres que ficam sozinhas enquanto os maridos viajam em busca de trabalho. As pinturas, acima de 2 metros de altura, são feitas com barro do Vale do Jequitinhonha (MG). Uma escultura homenageia a Padroeira do Quilombo de Cuba, na figura de N. Sra. Aparecida. 

 

Abertura: dom. (3). 3ª a dom., 11h/17h. Museu de Arte Sacra de São Paulo. Av. Tiradentes, 676, Luz. R$ 6. Até 5/6.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.