Do Maranhão ao Caribe, as opções de shows em SP

Destaques na programação musical dofim de semana, dois shows que marcam lançamento de dois discos:no Villagio Café, só amanhã, o cantador baiano Xangai mostrao repertório do CD Brasileirança (Kuarup), acompanhadoapenas por seu violão. No Sesc Pompéia, sábado e domingo, omaranhense Antonio Vieira apresenta seu primeiro disco, OSamba É Bom (Elo Music). O estreante tem 82 anos.Nascido no sertão da Bahia, Eugênio Avelino, o Xangai,deu início à brilhante carreira em 1976 - é da geraçãonordestina representada ainda pelo baiano Elomar (com quem temidentificação estilística profunda), pelo paraibano Vital Fariase pelo pernambucano Geraldo Azevedo. Juntos, eles gravam doisvolumes do antológico disco Cantoria, registro de showhomônimo.Seu mais novo disco, Brasileirança, foi gravado coma participação do Quinteto da Paraíba - combinaçãoarmorialística do formato clássico do grupo com o toque do coco,do xote, da toda. Xangai vai mostrar versão instrumentalmentereduzida - mas repertório na íntegra. Ele repete a apresentaçãoamanhã, na Fnac.O maranhense Antonio Vieira é tido, na terra, como um deseus músicos fundamentais. Mas seu nome custou a chegar aqui.Rita Ribeiro gravou Tem Quem Queira e Cocada - revelandoo autor para fora de terras nordestinas. O conterrâneo ZecaBaleiro resolveu consertar o erro e produziu o primeiro disco domestre veterano. Convidou Rita, mais Elza Soares e Sivuca, entreoutros nomes importantes, para avalizar a reverência. Resultounum trabalho importante, ainda que de resultado desigual. Talvezfosse melhor que Antonio Vieira, só ele, mostrasse sua música.Ainda assim, melhor que exista o disco. E que seja o primeiro deuma série - ele tem mais de 300 composições. Nos shows de sábadoe domingo, Zeca sobe ao palco com o mestre. A escalação dosmúsicos elegeu os melhores, do violonista Swami Jr. aopercussionista Ari Colares.Sexta e sábado, festa para quem gosta dos sacudidosritmos caribenhos. A banda Havana Brasil recebe, no BourbonStreet, o cantor e percussionista (também pianista) Tito PuenteJr., que pesta tributo a seu pai, grande divulgadorinternacional da música do Caribe, recentemente falecido.Também na sexta e sábado, Ney Matogrosso reprisa, noOlympia, o espetáculo Batuque, mesmo título de seu discomais recente - o melhor que realizou em muito tempo. Partindo dorepertório de Carmen Miranda (mas sem ficar só nele), Neyreconta a história da música urbana da primeira metade do séculopassado, acompanhado pelo sempre impecável Nó em Pingo D´Água.Boa opção é ouvir o Jongo Trio, sexta e sábado, noSupremo, lembrando o melhor da bossa nova; para a turma do pop,a apresentação do novo vocalista da banda australiana INXS, noVia Funchal; para os adolescentes, Sandy & Júnior, no CredicardHall. Para os amantes da música sofisticada, os violões terçadosdo gaúcho Yamandú Costa e do argentino Lúcio Yanel.Antonio Vieira. Sábado, às 21 horas; e domingo, às 18horas. R$ 7,50 (estudantes), R$ 11,00 e R$ 15,00. Teatro do SescPompéia. Rua Clélia, 93, tel. 3871-7700INXS. Sexta, às 21h30. R$ 55,00 a R$ 80,00(antecipados) e R$ 90,00 a R$ 130,00. Via Funchal. Rua Funchal,65, tel. 3846-2300Jongo Trio. Sexta e sábado, às 22 horas. R$ 15,00(reserva de ingressos até as 21 horas). Supremo Musical. RuaOscar Freire, 1.000, tel. 3062-0950Ney Matogrosso. Sexta e sábado, às 22h30. De R$ 20,00 aR$ 37,50 (estudantes); e R$ 40,00 a R$ 75,00. Olympia. RuaClélia, 1.517, tel. 3866-3000Sandy & Junior. Sexta e sábado, às 21 horas; e domingo,às 19 horas. De R$ 20,00 a R$ 120,00. Credicard Hall. Avenidadas Nações Unidas, 17.955, tel. 5643-2500). Até 26/5Tito Puente Jr. e Havana Brasil. Sexta, às 22h30. R$ 4500 (couv. art.). Bourbon Street Music Club. Rua dos Chanés, 127,tel. 5561-1643Yamandú Costa & Lúcio Yanel. Sexta, às 21 horas. R$ 750 (estudantes), R$ 10,00 e R$ 15,00. Teatro do Sesc VilaMariana. Rua Pelotas, 141, tel. 5080-3000Xangai. Sexta, às 22 horas. R$ 15,00. Villaggio Café.Praça Dom Orione, 298, tel. 251-3730; e amanhã, às 18h30.Entrada franca. Fnac. Avenida Pedroso de Morais, 858, tel.3097-0022.

Agencia Estado,

16 de maio de 2002 | 17h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.