DJs dinamarqueses gravam disco com músicas das Farc

A Fighters+Lovers vendeu no ano passado uma coleção de camisetas com imagens alusivas às Farc

06 de novembro de 2007 | 19h44

Um grupo de DJs dinamarqueses e de guerrilheiros colombianos gravaram um álbum de música eletrônica baseado em músicas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), publicou o jornal de Bogotá El Tiempo.   O jornal disse que o disco, intitulado "CumbiaClash - from the jungle to the streets" ("das selvas para as ruas"), foi lançado na segunda-feira em Estocolmo.   O disco foi promovido pela organização dinamarquesa "Fighters+Lovers" e inclui 20 músicas em ritmo de vallenato, champeta e cumbia (estilos típicos colombianos) mixados com batidas eletrônicas.   A Fighters+Lovers vendeu no ano passado uma coleção de camisetas com imagens alusivas às Farc, supostamente para arrecadar fundos para a guerrilha, o que causou um mal-estar com o governo colombiano.   Por isso, a organização dinamarquesa responde a processo por supostamente apoiar grupos terroristas, com audiência marcada para o próximo dia 19.   De acordo com El Tiempo, o disco foi apresentado por Bobby Schultz, da Fighters+Lovers. Ele afirmou que "este álbum será sem dúvida condenado e censurado pelo regime colombiano. Mas achamos firmemente que vale a pena lutar pelos direitos democráticos e pela libertação social", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
farcdjsdinamarca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.