Dixie Chicks rebatem críticas com ironia e nudez

As Dixie Chicks resolveram tirar a roupa para irritarainda mais os americanos que criticaram sua oposição à guerra no Iraque.As integrantes do trio aparecem nuas na capa da próxima ediçãoda revista Entertainment Weekly. Escritas em suas pelesestão os nomes pelas quais foram chamadas por seus desafetos:"Traidoras", "Anjos de Saddam", "Vagabundas Dixie".Em entrevista para a jornalista Diane Sawyer, da emissora de TV ABC, Natalie Maines disse que tem arrependimento de ter dito em umshow que tinha vergonha de ser do mesmo estado que o presidenteGeorge W. Bush (Texas), mas continua a não concordar com aposição dele na guerra do Iraque. Ela também disse que ascríticas à banda estão "fora de controle" e que elas (EmilyRobison e Martie Maguire) têm medo de serem assassinadas.De qualquer forma, o boicote ao trio, proposto pelos mais exaltados, não tem surtido muito efeito. Sua nova turnê pela América do Norte já tem 53 de 59 shows com todos os ingressos vendidos. Os restantesestão com cerca de 90% das entradas vendidas. A informação foidada à mídia pelo agente do grupo, Rob Light. No total, já foramvendidos 867 mil tíquetes, avaliados em US$ 49 milhões. A turnêcomeça no dia 1º em Greenville, Carolina do Sul, e termina em 4de agosto em Nashville, Tennessee. Joan Osborne e MichelleBranch são as atrações de abertura. Os shows são para promover odisco Home, premiado no Grammy 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.