Dívidas podem tirar o rancho 'Neverland' de Michael Jackson

Cantor precisa quitar até 19 de março os US$ 24,5 milhões que ainda deve pela propriedade

Efe,

27 Fevereiro 2008 | 04h04

O cantor americano Michael Jackson pode ver seu rancho 'Neverland', na Califórnia, ir a leilão, caso não quite até 19 de março uma dívida no valor de US$ 24,5 milhões que ainda mantém pela propriedade, informou nesta terça-feira, 26, a rede de televisão Fox News.   Na propriedade, de mais de 1.300 hectares, há inúmeros jogos infantis e até mesmo um pequeno jardim zoológico. O rancho foi comprado em 1987 pelo cantor, que prometeu transformá-lo em "um paraíso para as crianças".   A Fox indicou em seu site que o documento de cinco páginas encaminhado pela Justiça do condado de Santa Bárbara lembrou a Jackson: "o senhor não fez os pagamentos correspondentes pela propriedade, e a menos que tome medidas para protegê-la, ela poderá ser vendida em um leilão público".   O leilão de 'Neverland' incluiria a residência principal e todas as propriedades pessoais, incluindo móveis e o parque infantil.   Em 2006, as autoridades da Califórnia ordenaram o fechamento da propriedade e multaram Jackson por não pagar os salários de seus empregados nem manter em dia os seguros correspondentes.   Jackson não vive em 'Neverland' desde junho de 2005, quando foi absolvido de acusações de abuso sexual infantil. Nesse mesmo ano, os animais foram tirados do pequeno jardim zoológico da propriedade.

Mais conteúdo sobre:
Michael Jackson

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.