Distribuição de ingressos para o Visa é alterada

Cris Aflalo, Rubi, Ana Cascardo e o grupo Vocalise se apresentam hoje no Espaço Promon na quarta eliminatória do 8º Prêmio Visa de Música Brasileira - Edição Vocal, realizado pela Rádio Eldorado em parceria com a Visa do Brasil. Por conta do grande assédio de público na semana passada, a produção mudou o esquema de distribuição dos ingressos, que são grátis. Eles estarão disponíveis somente das 19h30 até as 20 horas e, no máximo, três por pessoa. As apresentações dos candidatos começam às 20h30 e seus convidados terão os lugares reservados só até as 20h15.Os primeiros a se apresentar são Beth Dau, Fabíola Farias, Ivan Azevedo, Márcio Monteiro e Marcus Aurélius, que integram o Vocalise. Inspirados em outros conjuntos vocais, como Os Cariocas, Boca Livre e Céu da Boca, o grupo veio de um pequeno coral, com formação erudita, que passou por algumas transformações até se tornar um quinteto. Para o Visa, eles vêm acompanhados de Dalmo Mota (violão), Bruno Aguilar (baixo), Mingo Corrêa (bateria), Erick Dau (percussão). Vão interpretar Música Sim (Paulo Malaguti), Canção em Modo Menor (Tom Jobim/ Vinicius de Moraes), Isso aqui o Que É (Ary Barroso) e Milagre dos Peixes (Milton Nascimento/Fernando Brant). Radicado em São Paulo desde 1992, o goiano Rubi lançou seu primeiro CD em 1998, cantando Luiz Gonzaga, Chico César, Zeca Baleiro e Arrigo Barnabé, entre outros. Hoje ele vai interpretar Infinito Meu, Prece ao Sustento Divino (Paulo Fernando), Inverno (José Miguel Wisnik), e Fica Comigo Esta Noite, clássico bolerão de Nelson Gonçalves em parceria com Adelino Moreira. Ele terá a companhia de Luiz Gayotto (percussão), Estevan Sinkovitz Neto (violão e guitarra) e Luciano Barros (contrabaixo e violão). A paulista Cris Aflalo traz entre seus componentes artísticos a herança nordestina do avô, o compositor cearense Xerém. Cris impressiona tanto quem ouve seu belo canto quanto quem a vê no palco. É claro que Xerêm está no roteiro que ela apresenta hoje, com um pot-pourri e Mamãe Baiana, faixa do CD que foi parar na trilha da novela Terra Nostra, de Benedito Ruy Barbosa. Seu set se completa com outros dois imbatíveis clássicos nordestinos: Na Asa do Vento (João do Vale/ Luiz Vieira) e Chiclete com Banana (Almira Castilho/ Gordurinha). Última atração da noite, a mineira Ana Cascardo, radicada em Curitiba, está na profissão desde 1985, quando iniciou os estudos de teoria musical. Só agora, aos 33 anos, prepara-se para gravar o primeiro CD-solo. Acompanhada de Fábio Rodrigo Cardoso (piano) e Paulo Santos Mendes (percussão), ela vai interpretar hoje Doce de Coco (Jacob do Bandolim/ Hermínio Bello de Carvalho), Choro pro Zé (Guinga/Aldir Blanc), Soneto (Chico Buarque) e Linha de Passe (João Bosco/Aldir Blanc/Paulo Emílio). 8.º Prêmio Visa de Música Brasileira - Edição Vocal - Espaço Promon. Avenida Julescino Kubitschek, 1.830, Itaim Bibi, 3847-4216 e 3847-4556. Hoje, 20h30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.