Discussão sobre o hip-hop esquenta NY

A discussão sobre o futuro do hip hop esquentou nos últimos dias em Nova York, durante o encontro Hip Hop Summit, que reuniu os principais nomes da indústria. Louis Farrakhan, o líder da Nation of Islam, fez um discurso que foi acompanhado por nomes como Sean "Puffy" Combs, Queen Latifah, L.L.Cool J, Wyclef Jean, Russell Simons e Redman, entre outros. Ele falou sobre a importância na mudança da linguagem no gênero. "Existem palavras que podem despertar o ódio, enquanto outras podem juntar as pessoas", disse ele. Sobre as críticas em relação à violência de algumas letras do hip hop, ele diz que elas são apenas "um reflexo de um governo gangsta". "A juventude reflete o lado negro de seus pais, professores, juízes e políticos. A sociedade quer apenas quebrar o espelho, em vez de tentar olhar para si mesma e tentar mudar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.