Disco de McCartney está na Internet

Driving Rain, o novo disco de Paul McCartney, estará nas lojas da Grã-Bretanha no dia 12 de novembro. E, no dia seguinte, será lançado nos EUA. O Revolution, fã-clube brasileiro dos Beatles, fará neste sábado uma das primeiras audições das 15 faixas do CD, obtidas em longa e penosa pesquisa por arquivos da Internet. A Agência Estado ouviu ontem com exclusividade o disco, um dos melhores e mais modernos da carreira do ex-beatle.Durante todo o dia, a partir das 10 h, o CD poderá ser ouvido na Blackbird (Avenida Paulista, 1.499, loja 52), loja ligada ao Revolution. O proprietário, Vladimir Dantas, entretanto, adverte: "Ninguém poderá gravar ou copiar as canções. É apenas uma audição para os fãs dos Beatles e de Paul McCartney".No fim de outubro, sairá o primeiro single com uma faixa do CD: From a Lover to a Friend, talvez acrescido de três outras músicas que não constam do disco. Um segundo single também está previsto. Paul alterou seus planos de lançamento do disco por causa das atrocidades cometidas por terroristas nos EUA. Paul está envolvido com um show em benefício dos cerca de 300 bombeiros que morreram cumprindo o dever, dia 20 de outubro, no Madison Square Garden. O concerto está previsto para durar quatro horas e contarácom a banda The Who, James Taylor, Melissa Etheridge, além de artistas de cinema que se revezarão na apresentação do show. Paul poderá tocar ao lado de Ringo Starr, embora a presença do baterista ainda não esteja confirmada. George Harrison também foi convidado. Mas os três remanescentes não têm intenção, por enquanto, de se apresentarem juntos.Paul está em Nova York desde 11 de setembro e diz: "Estou contente em poder presenciar todo esse heroísmo aqui". O pai de Paul foi bombeiro voluntário em Liverpool, na Segunda Guerra Mundial, e Paul já chegou a gravar com o pseudônimo de The Fireman (O Bombeiro), em dois discos instrumentais na década passada. A pedido de Paul, 5 mil membros dos bombeiros, polícia e equipes de resgate de NY serão convidados para o show com as famílias. O espetáculo será transmitido ao vivo pela VH1, emissoras de rádio e, através da Internet, pela AOL. Os ingressos começarão a ser vendidos dia 7 de outubro.Se resolver interpretar alguma faixa do novo disco, Paul deverá optar por From a Lover to a Friend, a segunda faixa.É um mistério como as 15 faixas do CD de Paul apareceram por algum tempo na Internet, desde o último domingo. Algumas, inclusive, já foram retiradas. Que uma ou duas faixas, de efeito promocional, permanecessem algum tempo disponíveis, com o aval da gravadora EMI, seria compreensível.A suspeita é que algum fã teve acesso a um CD experimental (para divulgação de emissoras, por exemplo) e colocou as faixas na Internet. A gravadora ainda não iniciou a distribuição do CD à imprensa."O mais surpreendente é a qualidade excelente de todas as faixas", comenta Vladimir Dantas, proprietário da Blackbird. Nem Marco Antônio Mallagoli, presidente do Revolution, e um dos beatlemaníacos mais fanáticos do Brasil, ouviu todas as faixas. "Vou ouvir pela primeira vez na audição da Blackbird", diz.Com produção do próprio Paul McCartney e do tecladista e guitarrista David Kahne, Driving Rain é um CD autoral (todas as faixas, a princípio, foram compostas por Paul) onde McCartney flerta com o pop moderno sem muitas concessões experimentais. O trabalho está para o ano 2001 assim como Ram esteve para 1971. Cria excelentes arranjos na faixa título e em It Must Have Been Magic e Your Way. Em Heather, o compositor homenageia sua noiva, Heather Mills, que, em breve, vai se tornar Heather McCartney. Como Linda, Heather vai, aos poucos, participando da carreira de Paul. Nesta faixa ela faz sua estréia, tocando sax, embora o som não seja perceptível. Uma faixa imperdível é a balada de inspiração sessentista I Do, que poderia ter sido gravada na época dos Beatles ou mesmo nos primeiros discos solo de Paul McCartney, de arranjo simples e letra romântica. Curiosamente, em Riding into Jaipur, nome de uma conhecida cidade da Índia, Paul cria uma sonoridade de tablas e cítara, antes só encontrada nas experiências de George Harrison, desde que passou a colaborar com o músico indiano Ravi Shankar.Em I Do ou faixas como Loving Flame, Riding into Jaipur, About You, Back in the Sunshine Again ou Tiny Bubble, por exemplo, Paul mostra que, aos 59 anos (fará 60 em 18 de junho do ano que vem), está cantando cada vez melhor. Isso já estava claro para quem ouviu o disco Run Devil Run ou assistiu ao DVD do show no Cavern Club. O novo disco ratifica o talento vocal de Paul. É possível que, a presença involuntária das 15 faixas na Internet obrigue a gravadora a mudar a ordem das músicas ou fazer alguma alteração final no CD. Mas as mudanças não serão muito significativas. A ordem das faixas: 1 - Lonely Road; 2 - From a Lover to a Friend; 3 - She Given Up Talking; 4 - Driving Rain; 5 - I Do; 6 - Tiny Bubble; 7 - It Must Have Been Magic; 8 - Your Way; 9 - Spinning on an Axis; 10 - About You; 11 - Heather; 12 - Back in the Sunshine Again; 13 - Loving Flame; 14 - Riding into Jaipur; 15 - Rinse the Raindrops.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2001 | 19h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.