Paul Buck|EFE
Paul Buck|EFE

Diogo Nogueira, Suricato e Tulipa Ruiz ganham Grammy Latino

Roberto Carlos se apresentou no palco do Cassino MGM; veja galeria

O Estado de S.Paulo

20 de novembro de 2015 | 13h18

Vários artistas brasileiros foram premiados na noite desta quinta-feira, 19, na cerimônia de entrega do Grammy Latino, realizado no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Diogo Nogueira, Suricato, Tulipa Ruiz, Fernanda Brum, Ivan Lins, Hamilton de Holanda, Fundo de Quintal, Renato Teixeira e Sérgio Reis levaram prêmios em suas respectivas categorias regionais.

Tulipa Ruiz e o grupo Vitrola Sintética, representantes brasileiros nas categorias gerais, concorriam como revelação, mas acabaram perdendo para a banda colombiana Monsieur Periné. 

Roberto Carlos se apresentou no palco do Cassino MGM, em Las Vegas, onde a premiação foi celebrada. Além dele, Paula Fernandes também fez um show emblemático. A sertaneja fez dueto com Alejandro Sanz no palco do evento.

A cantora mexicana Natalia Lafourcade foi o destaque da noite. A artista conquistou as estatuetas de canção do ano, gravação do ano, canção alternativa e álbum alternativo. Em outra cerimônia na noite de quarta-feira, 18, o cantor Roberto Carlos foi homenageado como a Personalidade do Ano.

Vencedores:

- Melhor vídeo musical versão curta: "Ojos Color Sol", Calle 13 feat. Silvio Rodríguez

- Melhor vídeo musical versão longa: "Loco de Amor La Historia", Juanes

- Melhor álbum infantil latino: "Los Animales", Mister G

- Melhor álbum de música clássica: "Alma Brasileira", Débora e Franz Halász e Gabriela Montero

- Melhor composição clássica contemporânea: "Capriccio", Alisson Brewster Franzetti

- Melhor álbum de engenharia de gravação: "Hasta La Raíz", Natalia Lafourcade

- Melhor álbum de música cristã em português: "Da Eternidade", Fernanda Brum

- Melhor álbum de MPB: "América Brasil", Ivan Lins

- Melhor canção brasileira: "Bossa Negra", Diogo Nogueira e Hamilton de Holanda

- Melhor projeto gráfico de um álbum: "Este Instante", Marta Gómez

- Melhor álbum pop contemporâneo brasileiro: "Dancê", Tulipa Ruiz

- Melhor álbum de rock brasileiro: "Sol-te", Suricato

- Melhor álbum de samba/pagode: "Só Felicidade", Fundo de Quintal

- Melhor álbum de música sertaneja: "Amizade Sincera II", Renato Teixeira e Sérgio Reis

- Melhor álbum instrumental: "Dr. Ed Calle Presents Mamblue", Ed Calle e Mamblue

- Melhor álbum de jazz latino: "Jazz Meets the Classics", Paquito D'Rivera

- Melhor álbum de música cristã em espanhol: "Derroche de Amor", Alex Campos

- Melhor álbum de salsa: "Son de Panamá", Rubén Blades e Roberto Delgado e Orquestra

- Melhor álbum de cúmbia: "Sencillamente", Jorge Celedon e Gustavo García

- Melhor álbum de música folclórica: "Balas y Chocolate", Lila Downs

- Melhor álbum de tango: "Homenaje a Astor Piazzolla", Orquestra de Tango de Buenos Aires

- Melhor álbum de música flamenca: "Entre 20 Aguas: A La Música de Paco de Lucía", Vários Artistas

- Melhor álbum tropical contemporâneo: "Todo Tiene Su Hora", Juan Luis Guerra

- Melhor álbum tropical tradicional: "Tributo a Los Compadres No Quiero Llanto", José Alberto "El Canario" e Septeto Santiaguero

- Melhor álbum de fusão tropical: "El Mismo", Chocquibtown

- Melhor canção tropical: "Tus Besos", Juan Luis Guerra

- Melhor álbum cantor/compositor: "Healer", Alex Cuba

- Melhor álbum de música texana: "Sentimientos", Solido

- Melhor álbum de música nortenha: "Abázame", Pesado

- Melhor canção regional: "Todo Tuyo", Banda El Recodo de Cruz Lizárraga

- Melhor álbum pop vocal tradicional: "Necesito un Bolero", Gilberto Santa Rosa

- Melhor álbum de rock: "B", Diamante Eléctrico

- Melhor álbum de música rancheira: "Acaríciame El Corazón", Pedro Fernandéz

- Melhor canção de rock: "Esclavo de Tu Amor", Vicentico

- Melhor canção alternativa: "Hasta La Raíz", Natalia Lafourcade

- Melhor álbum de música alternativa: "Hasta La Raíz", Natalia Lafourcade

- Produtor do ano: Sebastian Krys

-Melhor álbum de música urbana: "El que Sabe, Sabe", Tego Calderón

-Melhor álbum pop/rock: "Cama Incendiada", Maná

-Melhor álbum de música banda: "Mi Vicio Más Grande", Banda El Recodo De Don Cruz Lizagarra

-Gravação do ano: "Hasta La Raíz", Natalia Lafourcade

-Melhor álbum pop vocal contemporâneo: "Sirope", Alejandro Sanz

-Canção do ano: "Hasta La Raíz", Leonel García & Natalia Lafourcade

-Melhor álbum do ano: "Todo Tiene Su Hora", Juan Luis Guerra

-Artista revelação: Monsieur Periné

-Melhor apresentação urbana: "El Perdón", Nicky Jam & Enrique Iglesias

-Melhor canção urbana: "Ay Vamos", J Balvin, Rene Cano, Alejandro "Mosty" Patiño & Alejandro "Sky" Ramirez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.