Dido lança "Life for Rent" e já bate recorde

Em 2001, ela lançou o disco mais vendido da Inglaterra, No Angel (12 milhões de cópias mundo afora). E era apenas sua estréia. Agora a cantora Dido volta com mais um arrasa-quarteirão pop, Life for Rent (BMG). E o saldo da primeira semana é de novo implacável: tornou-se o disco que vendeu mais rápido no Reino Unido nos últimos seis anos, batendo o recordista anterior, Be Here Now, do Oasis. Dido é pop até a raiz loura dos cabelos, e seduziu inclusive o bad boy de laboratório Eminem, que sampleou sua canção Thank You. Invisível para os críticos, por conta da sua opção deslavadamente descartável e fofa, a cantora parece absolutamente incontrolável. "Beleza é algo que depende de uma decisão pessoal. Se você está se sentindo 100%, então você é bonito. Se você está feliz, então é bonito. Eu trabalho duro, não vivo só da beleza. Eu sou assim porque me sinto confortável com o que sou", disse Dido, falando ao Estado por telefone. O nome da cantora nascida no norte de Londres poderia sugerir alguma ligação com a ópera de Henry Purcell (1658-1695), Dido e Enéas, mas qualquer semelhança poderia parecer delírio do redator embevecido. Afinal, seu nome de batismo é Florian Cloud De Bounevialle Armstrong e ela nasceu em 1971. Mas, filha de mãe poeta e pai editor, ela de fato recebeu o apelido da personagem clássica da literatura grega, de Virgílio, que se matou após ser abandonada pelo amante ("A morte deve vir quando ele se vai", diz a trágica Dido). A cantora faz uma música inequivocamente inconseqüente, mas como nem tudo na vida é feito de coisas sérias, o mundo adora o jeito romântico e os modelitos de alça que ela usa, com os ombros sempre à mostra. Em fevereiro do ano passado, foi eleita melhor cantora e seu disco foi o melhor do ano na festa da indústria inglesa, os Brit Awards. Pelo jeito que já está tomando Life for Rent, é capaz deste seguir o mesmo caminho. "Peço desculpas se mais uma vez não estou apaixonada/Mas minha vida está para alugar/E eu não aprendi como comprar/Bom, eu mereço mais do que isso/Porque tudo que eu tenho não é meu de verdade", ela canta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.