Diane Schuur, dama do jazz, está de volta ao Brasil

Diane Schuur volta mais uma vez ao Bourbon Street Music Hall, onde vem se apresentando desde o começo dos anos 90. Ela faz um resumo de 25 anos de carreira e mostra em primeira mão o repertório do CD Schuur Fire, programado para sair nos Estados Unidos no dia 5 de abril. Para esta temporada, a cantora e pianista vem acompanhada por Scott Steed (baixo e direção artística), Patrick Lamb (saxofone e vocais) e Reggie Jackson (bateria). Daqui Diane segue para Brasília (sábado), Curitiba (dia 6), Rio (dia 8) e Belo Horizonte (dia 9). O CD foi gravado com o Caribbean Jazz Project, liderado pelo vibrafonista Dave Samuels, que também toca marimba. O produtor é o brasileiro Oscar Castro-Neves, que fez os arranjos e participa de cinco faixas tocando violão. É ele quem dá o tom bossa-novista a I Can´t Stop Loving You (Ray Charles). Há outras boas surpresas no repertório, todo de canções originalmente não gravadas em ritmos latinos. A maioria nem tem relação com o jazz. Entre elas estão As (Stevie Wonder), Don´t Let me Be Lonely Tonight (James Taylor) e Look Around, popularizada por Sérgio Mendes. Além de manter bom diálogo de seu piano com a banda, Diane continua cantando lindamente. "Sempre gostei dessas canções, mas nunca as tinha cantado. Como estou sempre aberta a novos desafios, achei a idéia de gravá-las em ritmo latino interessante. Esse é um dos projetos mais divertidos e criativos que eu já fiz. Foi realmente estimulante trabalhar com Castro Neves e o Caribbean Jazz Project", assinala a cantora, considerada por muitos "a nova primeira-dama do jazz". Descoberta nos anos 70 por Stan Getz, Diane já gravou álbuns memoráveis com B.B. King e Count Basie e tem boa relação com a música brasileira. Volta e meia inclui Garota de Ipanema (Tom Jobim/Vinicius de Moraes) nos shows e tem apreço por Ivan Lins, de quem gravou Confession no novo CD. Diane Schuur - Bourbon Street Music Club. Rua dos Chanés, 127, Moema, 5095-6100. Hoje e amanhã, às 20h30 e às 23h30. De R$ 85 a R$ 160

Agencia Estado,

31 de março de 2005 | 11h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.