Diana Ross é condenada a dois dias de prisão

A cantora Diana Ross foi condenada a passar dois dias na prisão por dirigir bêbada, no Arizona. Uma das grandes vozes de R&B, Diana não quis comentar a pena. O juiz de Tucson T.Jay Cranshaw considerou Diana culpada e sentenciou-a a passar 48 horas na prisão, frequentar reuniões dos Alcóolicos Anônimos, passar um ano sob liberdade condicional e a pagar uma fiança de cerca de US$ 850.Diana, de 59 anos, viveu os melhores momentos de sua carreira como cantora do grupo Supremes, nos anos 60, e esteve 14 vezes consecutivas no topo da lista dos discos mais vendidos, tendo sido indicada ao Oscar de melhor atriz ao fazer no cinema o papel da cantora Billie Holiday em 1972, no filme Lady Sings the Blues. Ela teve mais de 70 sucessos musicais e foi indicada ao Grammy pelo menos nove vezes.A cantora foi presa em 30 de dezembro de 2002, por dirigir seu carro na contramão fora dos limites da cidade e no momento em que foi detida, sua prova de alcoolemia registrou um nível alcoólico de 0,20 por cento, três vezes superior ao limite estabelecido pelo estado do Arizona.

Agencia Estado,

10 de fevereiro de 2004 | 12h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.