Gianfranco Briceño
Gianfranco Briceño

Dia do rock: 11 atrações para celebrar o gênero em São Paulo

A cidade se movimentará, a partir desta quinta-feira, 13, com atrações musicais nas quais as guitarras parecem falar mais alto, em programações que se estendem até o fim de semana

O Estado de S. Paulo

13 de julho de 2017 | 09h00

Embora não seja uma data que deva ser realmente levada a sério – afinal, para que serve um dia do rock? e o que representa esse “rock”? – a cidade se movimentará, a partir desta quinta-feira, 13, com atrações musicais nas quais as guitarras parecem falar mais alto, em programações que se estendem até o fim de semana. 

Ou até mais, como é o caso do Centro do Rock, programa do Centro Cultural São Paulo (CCSP), que iniciou suas atividades na terça-feira, 11, e estenderá as atividades até o dia 30 de julho, com uma programação envolvendo música (como o show de Thiago Pethit cantando Patti Smith, da foto ao lado), cinema e literatura. A Praça das Artes, no centro, receberá os shows das bandas Golpe de Estado, Raulzitos, Beatles para Crianças e Inocentes, no fim de semana. O MIS aproveitará a data para, também no domingo, 16, exibir O Mágico de Oz, com a trilha sonora do disco The Dark Side of The Moon, do Pink Floyd, executada pela banda Echos Pink Floyd. Veja mais da programação abaixo.

Quinta-feira, 13: 

Isso É Spinal Tap 

Documentário de brincadeira sobre a fictícia banda será exibido no CCSP. Às 17h30, R$ 2

Thiago Pethit canta Patti Smith

Ainda no CCSP, Pethit e sua banda formada por mulheres fazem show que homenageia a obra da artista. Às 21h, grátis

Homenagem aos Mamonas Assassinas

Inclui o show da banda cover Diet Music e exposição com objetos dos integrantes da banda, na Audio. Ààs 21h, R$ 40, ou R$ 20 e 1 Kg de alimento não perecível

Sexta-feira, 14: 

Maglore 

A banda baiana, uma das mais interessantes do cenário roqueiro independente da atualidade, se apresenta na Sala Adoniran Barbosa, no último show da turnê do terceiro disco da carreira. Às 19h, R$ 25. 

Debate: O rock morreu mas juro que não fui eu

Os jornalistas Lucio Ribeiro, Fabio Massari e Alex Antunes são mediados por Cadão Volpato em um debate sobre a batalha entre a crítica musical e bandas de rock. Às 19h, grátis. 

Sábado, 15: 

Aula de Rockabilly 

Que tal aprender a dançar no ritmo do gênero que deu origem ao rock que conhecemos hoje? O professor de dança Rogério Da Col e o DJ André Greco promovem o baile no Centro Cultural Olido. Às 15h, grátis. 

Praça das Artes

Tarde de shows gratuitos na Praça das Artes, organizada pela Secretaria Municipal de Cultura, tem Golpe de Estado, às 16h, e Made In Brazil, às 18h. 

Frank

Filme estrelado por Domhnall Gleeson acompanha um jovem que quer se tornar tecladista de uma grande banda, mas acaba se juntando a um grupo indie com um vocalista bastante excêntrico interpretado por Michel Fassbender. No CCSP, às 19h30, R$ 2. 

Domingo, 16: 

Cinematographo

MIS apresenta o filme O Mágico de Oz com a execução do disco The Dark Side of The Moon, pela banda Echos Pink Floyd. Domingo, 16, às 16h30, R$ 6 

Praça das Artes 

A programação de domingo da Praça das Artes tem, como destaque, a apresentação da seminal banda Inocentes, às 18h. Grátis. 

Samsung E-Festival Instrumental 

O maestro Edilson Ventureli comanda a Orquestra Juvenil Heliópolis em uma homenagem ao rock. A cantora Pity faz uma participação especial. Auditório Ibirapuera, às 19h, grátis. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.