Serjão Carvalho
Serjão Carvalho

Dia da Música, de Tiê a Rodrigo Ogi, espalha 113 shows pela Grande São Paulo

Festival realizado neste sábado, 30, terá uma programação 52% feminina

Pedro Antunes, O Estado de S.Paulo

29 Junho 2018 | 06h00

Do indie deliciosamente pop (ou seria um pop deliciosamente indie?) de Tiê às rimas narrativas (ou seriam narrativas rimadas?) de Rodrigo Ogi, o Dia da Música celebra a sua quarta edição neste sábado, 30. A edição foi incorporada à programação do BIG Festival (Brazil’s Independent Games, um festival de games independentes) e apresentará mais de 12 horas de música em palcos espalhados pela Grande São Paulo – há também um palco roqueiro montado em Osasco. As entradas são gratuitas. 

No total, há 27 espaços dedicados à música independente. Neles, 113 artistas e bandas se apresentam a partir das 15h, quando, por exemplo, Maria Beraldo, dona do ótimo álbum de estreia Cavala, sobe ao palco Selo Risco (na Rua Bento Freitas, 360).

A programação deste ano, aliás, tem o lema #MaisMulherNaMúsica e apresenta 52% das atrações formadas de artistas mulheres ou bandas com participações femininas e segue um movimento de inclusão das mulheres dentro da música – aliás, siga selos como o PWR Records e Sêla para entender como essas iniciativas estão mudando o jogo. 

Diante de tantas atrações, é difícil selecionar algumas. Tiê, que se apresenta no Sonora no Rosa (Rua Vargem do Cedro, 140, Sumaré, às 20h) certamente, é um dos shows a serem assistidos. O mesmo de Ogi, artista que encerra o ciclo do Big Dia da Música, no Morfeus (Rua Ana Cintra, 110, Santa Cecília, às 4h do dia 1.º). 

O festival também terá palcos fora da Grande São Paulo. São eles: Rio de Janeiro, Cabo Frio, Vitória, Uberlândia, São Luís e Recife.

A programação completa pode ser conferida na página oficial.

Mais conteúdo sobre:
música Dia da Música BIG Festival

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.