Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Depois do rap, domingo é dia de rock clássico no SWU

Confira os destaques da programação do segundo dia de festival em Paulínia

13 de novembro de 2011 | 02h07

Domingo é dia da vertente mais clássica no festival SWU, que acontece este ano em Paulínia, interior de São Paulo. Entre as atrações, os blueseiros Derek Trucks e Susan Tedeschi, que têm feito shows arrebatadores, e os papas do rock sulista, Lynyrd Skynyrd, que tocam no Brasil pela primeira vez. No mais, os veteranos trovadores indie do Modest Mouse merecem respeito. !! (chk, chk, chk) pode embalar com seu disco punk.

O festival começou com rap e hip hop nos palcos principais neste sábado, 12. Entre os destaques, Kanye West, que não deixou ninguém indiferente em um show grandioso, com direito a um mural de estátuas greco-romanas mutiladas ao fundo do palco. O show teve base em seu último disco, My Beautiful Dark Twisted Fantasy, que transformou seu ego desmedido em espetáculo pop.

Também passaram pelos palcos do festival Snoop Dog, Damian Marley, Marcelo D2 e o coletivo californiano Odd Future, que levou polêmica ao Indie Stage.

Os fãs do rap e do reggae já estavam nocauteados pelos cantos quando o Black Eyed Peas subiu para o último show do dia. Para o desespero de Kanye West, a apresentação mais aguardada da noite não era a sua, e sim a de Fergie, Will.i.am, apl.de.ap e Taboo. Recheado de hits infalíveis, o show foi empolgante nos primeiros minutos e chegou a ressuscitar a plateia, que parecia exausta após a maratona deste sábado em Paulínia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.