Reuters
Reuters

Demi Lovato é processada por violação de direitos autorais

Canção 'Stars', da cantora, contém partes significativas tiradas da música 'Infinity Guitars', diz Banda Sleigh Bells

Melissa Fares, Reuters

23 Agosto 2016 | 17h31

A cantora e atriz Demi Lovato foi acusada pela banda de rock norte-americana Sleigh Bells por violação de direitos autorais.

Alexis Krauss e Derek Miller, da banda de Nova York, disseram em ação movida na segunda-feira, 22, em tribunal federal na Califórnia que Stars, faixa do disco de 2015 Confident, de Lovato, contém partes significativas tiradas da música Infinity Guitars, de 2010.

Em documentos do tribunal da Califórnia, a banda disse que similaridades entre as duas músicas "transcendem a área da coincidência ou de materiais genéricos compartilhados, e informam a essência dos trabalhos".

Em publicação no Twitter datada de novembro de 2015, a Sleigh Bells anunciou publicamente à ex-estrela do Disney Channel, agora com 24 anos, sobre a questão.

Na época, os produtores de Stars, Carl Falk e Rami Yacoub, disseram em comunicado que não havia plágio e que Lovato não estava envolvida na produção da música.

A banda busca uma liminar contra usos futuros da música de Demi Lovato e uma quantia não especificada por danos.

Representantes da cantora não responderam pedidos de comentários.

(Reportagem de Melissa Fares, em Nova York)

 

Mais conteúdo sobre:
Demi Lovato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.