Danny Moloshok/Reuters
Danny Moloshok/Reuters

Demi Lovato deixa clínica de reabilitação após três meses

Cantora sofreu uma overdose no final de julho e passou por um período de 90 dias de internamento numa instituição de ajuda

O Estado de S.Paulo

04 de novembro de 2018 | 18h13

A cantora norte-americana Demi Lovato foi fotografada na noite de sábado, 3, saindo de um restaurante em Beverly Hills, na Califórnia. A imagem, publicada pelo site de celebridades TMZ, é a primeira da artista após deixar a clínica de rabilitação em que esteve internada por 90 dias. 

No final de julho, Demi sofreu uma overdose e ficou internada por 10 dias num hospital. De acordo com o próprio TMZ, à época, a causa da overdose teria sido o uso de oxicodona com outro opiácio, fentanil, a mesma droga que matou Prince e Lil Peep recentemente. Ainda segundo a publicação, a cantora não sabia da mistura ao receber o pacote de seu traficante. 

Após receber alta do hospital, já no começo de agosto, Lovato se internou na clínica de reabilitação. 

Além de publicar a imagem de Demi, num carro ao lado do designer de roupas Henry Levy, o TMZ relatou que, no restaurante, a cantora estava "feliz e sorrindo" durante todo o jantar. 

A cantora já tinha histórico com uso de drogas antes da internação, mas chegou a comemorar, no incício deste ano, seis anos de sobriedade. Em junho, porém, Demi apresentou no Rock in Rio Lisboa uma canção chamada Sober, em que revelava não estar mais sóbria.

Tudo o que sabemos sobre:
Demi Lovato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.