Dave Matthews Band é processada nos EUA

O estado americano de Illinois processou a Dave Matthews Band por jogar cerca de 360 quilos de excrementos humanos de seu ônibus no Rio Chicago, atingindo um barco cheio de turistas. O processo, anunciado ontem, acusa a banda e um dos motoristas de violar as leis estaduais de prevenção da poluição da água e pode acarretar em uma multa de US$ 70 mil. "Nosso motorista declarou que não estava envolvido no incidente", disse o porta-voz da banda, John Vlautin em uma declaração. Ele disse que a banda "vai continuar a cooperar na investigação". De acordo com a ação, em 8 de agosto, um ônibus da banda estava se dirigindo para um hotel no centro da cidade, onde os músicos estavam hospedados. No meio do caminho, quando o ônibus cruzou a ponte da Rua Kinzie, o motorista esvaziou a caixa séptica do veículo, despejando todo o material no rio. Mais de 100 pessoas que participavam de um tour de arquitetura foram banhadas com os líquidos mal cheirosos. O promotor disse que ninguém ficou ferido. "O acidente pode ser raro, mas não diminui os perigos ambientais e públicos ligados ao despejo de 360 quilos de excrementos humanos em um rio movimentado e em um barco cheio de pessoas", disse a promotora Lisa Madigan em declaração. Depois do incidente, o capitão do barco fez a volta e levou os passageiros de volta para as docas. Todos foram reembolsados e os barco foi lavado e desinfetado.

Agencia Estado,

25 de agosto de 2004 | 14h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.