Divulgação
Divulgação

Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá protestam contra novo site da Legião Urbana

Página é feita pelo filho de Renato Russo, sem a participação dos músicos

O Estado de S. Paulo

29 de maio de 2014 | 19h40

Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, respectivamente ex-guitarrista e ex-baterista da Legião Urbana, reclamam do novo site do grupo, coordenado por Giuliano Manfredini, filho de Renato Vieira. Em nota enviada a imprensa, os músicos dizem não concordar com a página, prevista para entrar no ar no próximo 4.

A página anterior da banda, que ficou no ar entre 2010 e 2012, foi apagada. O domínio, de propriedade da gravadora do grupo, hoje está em poder de Giuliano. O filho de Renato colocou no ar uma página pessoal do vocalista da Legião em março. Quem digitava www.legiaourbana.com.br era redirecionado para o site www.renatorusso.com.br. , o que também gerou protestos de Dado e Bonfá.

Leia a íntegra do comunicado:

Através da imprensa – e com muita indignação – tomamos conhecimento que no próximo dia 4 de junho será lançada uma nova versão do site “oficial” da banda Legião Urbana, desta vez desenvolvido unilateralmente pelo herdeiro de Renato Manfredini Jr, Giuliano, sócio majoritário da empresa Legião Urbana Produções Artísticas.

Achamos por bem esclarecer que essa nova versão do site não conta com a participação, apoio ou qualquer tipo de consentimento e/ou autorização da nossa parte.

Informamos que não temos conhecimento algum sobre o conteúdo ou o que esse novo site pretende apresentar, e que também não nos foram solicitadas as eventuais autorizações para o uso da nossa imagem ou das nossas gravações originais.

Como é de conhecimento público, em março deste ano foi lançado - também por parte do herdeiro e da empresa Legião Urbana Produções Artísticas - o site oficial www.renatorusso.com.br. Até aí, tudo bem; não fosse o fato do site original da banda Legião Urbana (esse sim, site colaborativo desenvolvido conjuntamente pelas três partes da Legião Urbana e pelos fãs da banda, em 2010), ter sido por eles apagado e redirecionado para o site particular de Renato Russo quando digitado www.legiaourbana.com.br.

Levando em consideração tudo isso, aproveitamos para confirmar que:

1) Nem o herdeiro de Renato Manfredini Jr. nem a empresa Legião Urbana Produções Artísticas nos representa e tampouco representa idealística e/ou artisticamente a banda Legião Urbana.

2) A empresa Legião Urbana Produções Artísticas detém perante o INPI o registro da marca comercial LEGIÃO URBANA, porém, existe um Processo Judicial com o objetivo de que sejam reconhecidos os nossos direitos sobre o nome da banda que formamos juntamente com Renato Russo e que hoje é conhecida e reconhecida tanto no Brasil quanto no exterior. Quem quiser entender mais sobre esta disputa, pode ler a verdade dos fatos em http://entendaocasolegiao.blogspot.com.br/

3) Não será autorizado por nossa parte o lançamento de qualquer produto da banda Legião Urbana (seja esse site, CD’s, DVD’s, etc.) enquanto o processo que hoje está no âmbito da Justiça não seja resolvido e os nossos direitos sejam reconhecidos.

4) Não existe - nem nunca existiu - nenhum tipo de envolvimento ou participação da nossa parte em projetos ou tributos realizados pelo herdeiro ou pela empresa Legião Urbana Produções Artísticas desde o falecimento do Renato.

5) Em momento algum pensamos em nos aproveitar da triste situação de Renato Rocha para tentar ganhar a simpatia dos fãs. Reconhecemos e valorizamos sua participação nos primeiros 3 dos 8 discos de estúdio da Legião, mas a sua saída da banda aconteceu – contratualmente – no começo de 1989. Tanto ele quanto os verdadeiros fãs sabem que tentamos ajudá-lo quando foi necessário, inclusive convidando-o para tocar no ultimo CD de estúdio, chamado Uma Outra Estação.

6) Como publicado num comunicado assinado pela própria família Manfredini e por nós no dia 5 de setembro de 2009: “não existe Legião Urbana sem Renato, Dado e Bonfá”.

RENATO RUSSO = RENATO RUSSO

LEGIÃO URBANA = DADO VILLA-LOBOS + RENATO RUSSO + MARCELO BONFÁ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.