Cultura Artística e Mozarteum anunciam agenda 2003

A Sociedade de Cultura Artística e o Mozarteum Brasileiro, as duas mais tradicionais sociedades de concerto paulistanas, já montaram suas programações para o ano que vem. Ao todo, serão 17 concertos, que englobam tanto recitais de música de câmara como apresentações de orquestras, com destaque para a volta à cidade do pianista norueguês Leif Ove Andsnes, do quarteto austríaco Alban Berg e do maestro Riccardo Chailly, que vai reger a Orquestra Verdi de Milão.As programações para o ano que vem chegam em um momento, se não de incertezas, de expectativas. Tanto o Mozarteum como o Cultura Artística funcionam a partir do apoio da iniciativa privada, por meio das leis de incentivo à cultura existentes no País. Em 2002, a alta do dólar obrigou produtores que trabalham com artistas estrangeiros a alguns malabarismos.Com o novo governo, assim como com a ainda complicada situação econômica da Argentina (que costuma entrar como parceira no momento de trazer artistas europeus e norte-americanos à América Latina), segundo Sabine Lovatelli, presidente do Mozarteum, é natural que haja uma grande expectativa do empresariado. "No entanto, contamos com alguns parceiros antigos, que nos garantem a realização da agenda", diz.A Sociedade de Cultura Artística vai abrir sua temporada, em abril, com recitais do pianista turco Fazil Say. Aos 32 anos, ele é considerado um dos principais artistas de sua geração, já tendo gravado - para o selo Teldec - obras de Bach, Stravinski, Gershwin, Tchaikovski e Liszt. Em maio, a atração será a Orquestra de Câmara de Moscou, sob regência de Constantine Orbelian.A colaboração entre regente e orquestra já rendeu uma série de gravações - todas pelo selo russo Delos - de obras de autores russos, em especial Rachmaninoff, Shostakovich e Schnittke.Em junho, duas atrações. A primeira é a Orquestra Verdi de Milão, sob regência de Riccardo Chailly - maestro de carreira internacional que esteve na cidade há alguns anos regendo a monumental Concertgebouw de Amsterdã. A segunda é outra conhecida do público, o conjunto Europa Galante, especializado no período barroco, dirigido por Fábio Biondi. Encerrando a programação do primeiro semestre, o renomado quarteto de cordas austríaco Alban Berg.O violoncelista brasileiro Antonio Meneses apresenta-se em agosto em um recital no qual será acompanhado pelo pianista norte-americano Menahen Pressler. Ainda nesse mês, o Ensemble TM +, grupo francês especializado na música do século 20.Em setembro, Ivan Fischer rege a Budapest Festival Orchestra e o Conjunto de Cordas Archibudelli, dos Países Baixos. Encerra a temporada do Cultura Artística a italiana Camerata Strumentale Città di Prato, sob regência de Alessandro Pinzauti.Mozarteum - Com solos do trompetista Ole Edvard Antonsen, quem abre a temporada do Mozarteum é o conjunto The Trondheim Solists que, além de São Paulo, tocam também em Santos e Ribeirão Preto, em maio. Na seqüência, é a vez de Jonathan Nott reger a Orquestra Sinfônica de Bamberg (com solos da trompista Marie-Louise Neunecker). Outra orquestra, a de Câmara de Zurique, dá procedimento à temporada, em setembro, com solos do renomado pianista austríaco Rudolf Buchbinder, especialista em Beethoven, compositor que estará nos programas de suas apresentações.Outro pianista também toca em setembro, o norueguês Leif Ove Andsnes, que esteve por aqui em 2001 ao lado Sinfônica da BBC e, desde então, tem conquistado espaço cada vez maior no concorrido mercado internacional de pianistas. Em outubro, também volta a São Paulo o violinista Frank Peter Zimmermann que, desta vez, toca ao lado do pianista italiano Enrico Pace.Antes, porém, apresenta-se a Orquestra Filarmônica da Rádio de Hannover, sob regência de Eiji Oue e solos do clarinetista Paul Meyer. O encerramento da temporada será, em outubro, com o Messias de Haendel, dirigido por Rolf Beck. Com exceção da Orquestra de Zurique, todos os conjuntos orquestrais da temporada farão também apresentações gratuitas na Praça da Paz do Parque Ibirapuera.Até o momento, o Mozarteum também estava em negociações para trazer a São Paulo também uma das chamadas "Big-five", as cinco principais orquestras norte-americanas. Informações a respeito de renovação ou aquisição de novas assinaturas da Sociedade de Cultura Artística podem ser obtidas pelo telefone (0-11) 3256-0223. No Mozarteum, a renovação e a reserva será feita entre os dias 10 e 21 de fevereiro. Mais informações podem ser pedidas pelo telefone (0-11) 3815-6377 ou pela internet: www.mozarteum.org.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.