Cueca de Michael Jackson é entregue à promotoria

Uma cueca usada por Michael Jackson e bilhetes escritos por ele estão entre os itens pertencentes a um colecionador de New Jersey que foram entregues à equipe de acusação do processo contra o cantor por abuso de crianças. Robert Honecker, promotor no Condado Monmouth, confirmou que conseguiu os artigos com Henry V. Vaccaro, há algumas semanas, mas não disse para que eles serão usados.Honecker disse que os objetos foram entregues às autoridades da Califórnia, que pegaram ainda outros objetos que Vaccaro, dono de uma construtora, ganhou da família Jackson em uma disputa legal por causa de um negócio mal sucedido. Vaccaro disse ter encontrado a cueca branca da Calvin Klein no fundo de um armário, onde estavam várias roupas do artista. Ele disse que as autoridades planejam usar a peça para comparação de DNA. Também foram encontrados dois bilhetes aparentemente escritos por Michael Jackson, e uma lista com "regras" escritas por um jovem que conhecia o cantor.Um dos bilhetes estava endereçado aos "Queridos Rubbers", termo que o cantor usava para tratar os jovens que se hospedavam em seu rancho, a Terra do Nunca, em Santa Maria, Califórnia, e estava assinado por M.J. O outro bilhete era para a ex-mulher de Tito, irmão de Jackson, morta em 1994, e pedia para ela ler uma notícia de jornal sobre abuso de crianças e dizia: "até mesmo seus parentes podem ser molestadores." Na última sexta-feira, Jackson afirmou ser inocente de todas as acusações, no indiciamento do Grande Júri, que incluiu novas acusações contra o cantor, como seqüestro, extorsão e cárcere privado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.