Cris Aflalo e Rubi encantam no Prêmio Visa

A cantora paulista Cris Aflalo e o cantor goiano Rubi conquistaram a preferência da platéia na quarta eliminatória do 8º Prêmio Visa de Música Brasileira - Edição Vocal, no Espaço Promon, que ficou lotado. Cerca de cem pessoas não conseguiram entrar, o que levou a produção da Rádio Eldorado, realizadora do prêmio, a mudar de novo o esquema de entrada. Para as duas últimas eliminatórias - na próxima quarta e no dia 3 de agosto -, cada pessoa terá direito a apenas um ingresso. Rubi é diferente de tudo o que passou até agora por essa edição do Visa. O timbre agudo, a blusa colorida no topo de uma espécie de saia estilosa, os gestos teatrais, a desenvoltura nos quadris, o aproveitamento do espaço cênico - a combinação destes, entre outros elementos, quebraram o protocolo que vigora entre os sóbrios concorrentes ao prêmio. Não por acaso, alguns o comparam a Ney Matogrosso e Edson Cordeiro.Cris Aflalo abriu a segunda parte do programa, com repertório exclusivamente nordestino. Ela é paulista, mas a base de sua música está na herança do avô cearense Xerêm. Antes de mergulhar em seu cancioneiro, Cris colocou toda sua graça e personalidade em dois clássicos irresistíveis: Na Asa do Vento (João do Vale/Luiz Vieira) e Chiclete com Banana (Almira Castilho/Gordurinha). No fim, fez um medley de Xerêm, mas sua atuação mais marcante foi em outra do avô, a tocante Mamãe Baiana, sobre poema de Joracy Camargo. Ana Cascardo, que veio em seguida, perde em comparação. Ela até aproveitou boas oportunidades para expor sua boa técnica vocal - como no Choro pro Zé (Guinga/Aldir Blanc) -, mas no geral, Ana não empolgou e primou pela falta de sentimento. O simpático grupo carioca Vocalise também fez uma apresentação meio morna. Teve a ousadia de começar com uma canção inédita (Música Sim, de Paulo Malaguti) e fez muito bem em incluir Canção em Modo Menor, das menos difundidas de Tom Jobim e Vinicius de Moraes. Na parte final, porém, caiu no óbvio, com Isto Aqui o Que É (Ary Barroso), e não segurou a onda em Milagre dos Peixes (Milton Nascimento/Fernando Brant). Acompanhe as eliminatórias pela Rádio Eldorado

Agencia Estado,

22 de julho de 2005 | 12h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.