Estadão
Estadão

Crianças com Síndrome de Down são barradas no show de Paul McCartney

Elas tinham sido supostamente convidadas pela produção do show do Ex-Beatle em Cariacica (ES); equipe nega e alega que foi 'golpe'

Julio Maria, Enviado Especial - O Estado de S. Paulo

10 de novembro de 2014 | 19h02

CARIACICA - Um grupo de 12 crianças especiais portadoras de Síndrome de Down foram impedidas de entrar no show de Paul McCartney na tarde desta segunda, 10, em Cariacica, Grande Vitória.

O impedimento provocou indignação nos pais que chegaram às 16h no Estádio Kleber Andrade.

Os alunos são estudantes da Apae de Vitória e receberam convites formais por email para estarem no show, a pedido da produção de Paul, que pediu para que crianças com deficiência mental e visual fossem suas convidadas. Por volta das 18h, as crianças foram informadas pela produção do show de que não iriam entrar porque não havia permissão para que elas assistissem à apresentação. Um dos produtores afirmou que o contato com a Apae não foi feito pela produção de Paul, e que o convite deveria ser um golpe.

Alguns pais começaram a chorar quando perceberam que seus filhos não veriam mais o show. "Não acredito no que está acontecendo e não vou sair daqui. As crianças estavam super felizes, ficamos com muita expectativa. E agora nos mandam embora", disse Vera Lúcia Gáudio, que aguardava com o filho portador de Down. A produção brasileira reforçou à reportagem que o caso se tratou de um mal entendido, já que não havia previsão da visita dos jovens da Apae ao local. Questionada se não poderia deixar os jovens entrar, já que estava mais do que claro que haviam sofrido com o episódio, uma assessora afirmou: "Não temos autorização para isso".

Tudo o que sabemos sobre:
Paul McCartney

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.