Courtney Love vai ficar três anos sob condicional

A cantora Courtney Love conseguiu evitar a prisão por agressão e posse de drogas, mas vai ficar três anos sob liberdade condicional. A sentença foi emitida por um tribunal de Los Angeles nesta quinta-feira. Courtney respondia a duas acusações. Ela não negou ter atacado uma mulher com uma garrafa de uísque e admitiu a posse de uma receita falsa de remédios e do analgésico oxycodone.A cantora, de 40 anos, também terá que prestar 100 horas de serviço comunitário, submeter-se a tratamento contra drogas, comparecer a reuniões dos Narcóticos Anônimos e pagar uma multa de US$ 1 mil (cerca de R$ 2,7 mil). O advogado da ex-vocalista do grupo Hole, Howard Weitzman, disse que ela "mudou de vida" e está "limpa e sóbria".A acusação de ataque foi feita em abril de 2004, quando Love encontrou a música Kristin King na casa de seu namorado.Kristin disse que a cantora jogou uma garrafa no lado esquerdo de seu rosto, num ataque de raiva. Originalmente, Love tinha recebido a acusação mais grave de ataque com arma mortal, depois reduzida apenas para ataque.Na acusação ligada a porte de drogas, a cantora recebeu a sentença de 18 meses de liberdade condicional, que vai correr paralelamente à condicional por ataque.A acusação foi feita em outubro de 2003, quando ela teve uma overdose depois de quebrar uma janela na casa de seu namorado. Num caso separado, ligado ao mesmo incidente, Love foi condenada a passar 18 meses em reabilitação por ter estado sob a influência de cocaína e opiáceos.No mês passado, seus advogados informaram que Love tinha recuperado a guarda de Frances Bean, a filha de 12 anos que ela teve com o ex-líder do Nirvana, Kurt Cobain. A garota tinha sido retirada da guarda de Love depois que a cantora foi presa duas vezes em outubro de 2003. Cobain se suicidou em 1994.Nova York - Em outro processo que correu em Nova York e foi encerrado em 20 de outubro de 2004, a roqueira Courtney Love declarou-se culpada por atacar um fã com a base de um microfone em uma danceteria de Nova York, enquanto fazia uma apresentação. A juíza da Corte Criminal de Manhattan, Melissa Jackson, deu a Courtney liberdade condicional, ou seja, o caso será encerrado depois de um ano se ela pagar US$ 2.236 à vítima para cobrir despesas médicas, fazer tratamento para recuperar-se do vício de drogas e não cometer outros crimes.

Agencia Estado,

11 de fevereiro de 2005 | 13h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.