Courtney Love se declara inocente

A roqueira Courtney Love se declarou inocente hoje de ter agredido uma mulher com uma arma mortal na casa de seu ex-namorado. Courtney, de 40 anos, deve voltar à corte em 15 de dezembro para uma audiência preliminar, disse a porta-voz do escritório da promotoria, Jane Robison. O julgamento não deve começar antes de 2005, disse Jane. A acusação é relacionada a um incidente de 25 de abril na casa do ex-namorado de Courtney que, supostamente, encontrou a mulher de 32 anos dormindo no sofá e jogou uma garrafa de bebida contra ela. Ela também é acusada de seguir a mulher e tentar agredi-la com uma lanterna. Courtney está em liberdade sob fiança de US$ 150 mil. A acusação de agressão é um dos vários problemas judiciais que a ex-líder da extinta banda Hole e viúva de Kurt Cobain está enfrentando. No mês passado, Courtney declarou-se culpada em uma audiência em Nova York referente a um processo em que é acusada de comportamento inadequado e de tentativa de agressão de um fã com um microfone, durante um show. A roqueira também se declarou culpada em um processo de posse de drogas e concordou em entrar em um programa de reabilitação para viciados. A cantora enfrenta também dois processos na Corte Superior de Beverly Hills por posse ilegal de remédios que precisam de prescrição médica.

Agencia Estado,

10 de novembro de 2004 | 19h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.