Courtney Love agora é processada por calote

A agência de viagens New Act Travel, de Los Angeles, entrou, nessa quinta-feira, com processo na Justiça contra Courtney Love alegando que a cantora não pagou uma conta de US$ 50 mil em passagens aéreas. De acordo com o processo, no ano passado, Courtney pediu para a agência reservar bilhetes aéreos e hospedagem em hotel para ela, a família, agentes e pessoas de sua equipe, além de fazer outros acertos da viagem. Courtney pagou os US$ 50 mil no cartão de crédito, mas depois cancelou a autorização do cartão e enviou dois cheques. Um deles era de uma conta fechada e o segundo foi cancelado. A agência exige pagamento das passagens, dos serviços e das taxas de reservas, danos e contas do tribunal e US$ 1 mil de taxa de excesso de bagagem. O advogado civil e criminal de Courtney, Howard Weitzman, disse não saber nada sobre o assunto e se recusou a fazer qualquer comentário. Também na quinta-feira, o julgamento de Courtney por porte ilegal de drogas foi adiado para 3 de novembro. Em julho, foi condenada a passar 18 meses em um programa de reabilitação para viciados em droga depois de pagar uma multa por estar sob a influência de substância controlada. Em Nova York, enfrenta processo por ter agredido uma fã numa boate, em março. Courtney, viúva de Curt Cobain, cantor do Nirvana, é líder da banda Hole. Ela teve que cancelar uma turnë com a banda este ano por causa dos problemas com a Justiça.

Agencia Estado,

01 de outubro de 2004 | 17h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.