Courtney Love admite ter violado condicional

Com lágrimas nos olhos, a cantora e atriz americana Courtney Love admitiu nesta sexta-feira, perante a justiça de Los Angeles, ter consumido drogas, o que constitui uma violação de sua liberdade condicional em pelo menos três processos judiciais. A atriz e cantora, de 41 anos, se apresentou nesta sexta-feira perante a corte para responder a acusações de estar "sob a influência de substância controlada" não identificada. "Sim, meritíssimo", disse, entre soluços, a viúva do lendário músico Kurt Cobain, ao admitir que havia consumido drogas. Impassível, o juiz da Corte Superior de Los Angeles, Rand S. Rubin, disse estar "muito decepcionado" com Love. Os advogados da cantora, no entanto, conseguiram convencer o juiz a deixá-la em liberdade condicional em troca de que ela entrasse na mesma tarde em um centro de reabilitação para dependentes químicos. "Três tribunais tentaram ajudá-la até agora a deixar as drogas e até agora não está ´limpa´ e sóbria", disse Rubin. "Certamente, não é algo sobre o que possamos brincar. Acho que deveria ser enviada à prisão do condado e planejo levá-la para lá hoje mesmo, para realmente decidir sobre o que quer fazer no futuro", ameaçou o magistrado. Ex-líder da banda Hole, Love deverá voltar à corte em 16 de setembro, data em que ouvirá a sentença desta nova acusação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.