Coréia do Norte convida Eric Clapton para apresentação

A Coréia do Norte convidou Eric Claptona levar seu rock à sua capital, disse na terça-feira umporta-voz da embaixada do país comunista em Londres. "Enviamos recentemente uma carta ao agente de Claptonconvidando-o a Pyongyang para um concerto. Acho que, se elefizer um concerto em Pyongyang, será uma boa oportunidade parao povo coreano compreender a música ocidental", disse oporta-voz. "Eric Clapton é um guitarrista mundialmente famoso. Ele ébastante conhecido não apenas no Reino Unido, mas no mundointeiro. Então seria fantástico se ele viesse tocar emPyongyang." Se esse concerto se concretizasse, faria do roqueirobritânico de 62, o premiado com o Grammy cantor de "Layla" e"Cocaine", o primeiro astro ocidental de rock a apresentar-seem Pyongyang. Uma representante da gravadora de Clapton, a Warner Music,se negou a comentar a notícia, e não foi possível contatar oagente do músico imediatamente para ouvir sua versão dos fatos. Após anos de isolamento, a Coréia do Norte parece estarincentivando os intercâmbios culturais com o Ocidente. A Filarmônica de Nova York, que é a mais antiga orquestrasinfônica norte-americana, apresentou-se na Coréia do Nortenesta terça-feira, num concerto transmitido ao vivo pela únicaemissora de TV do país. Washington, que negocia o fim do programa nuclearnorte-coreano, disse que prevê que intercâmbios culturaisfuturos dependem dos avanços das negociações nucleares. Mas um porta-voz da embaixada disse que a Coréia do Nortevai enviar uma orquestra sinfônica à Grã-Bretanha este ano equer convidar um músico britânico em troca, quando aprogramação de Clapton lhe permitir. "Acho que a questão será decidida pelo sr. Eric Clapton.Nós o convidamos para vir no momento em que for convenientepara ele", disse o porta-voz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.