Reprodução
Reprodução

Cópia do primeiro contrato fonográfico dos Beatles é vendida por US$ 93 mil

Documento foi assinado em junho de 1961 e corresponde à sessão para gravar o single 'My Bonnie'; veja galaria de fotos

EFE

21 de setembro de 2015 | 11h31

Uma cópia do primeiro contrato fonográfico assinado pelos Beatles foi vendida neste sábado, 19, em Nova York por US$ 93 mil, informou a casa de leilões Heritage.

O documento, que até então estava em posse de um colecionador, foi assinado em junho de 1961 e corresponde à sessão para gravar o single My Bonnie em Hamburgo (Alemanha), que segundo a Heritage foi o que levou o grupo britânico a ser descoberto pelo empresário Brian Epstein.

Trata-se de um das cópias originais do contrato, redigida em alemão e em papel cebola, que tem as assinaturas de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Pete Best, baterista original do grupo, que depois foi substituído por Ringo Starr.

O quarteto de Liverpool gravou My Bonnie junto a Tom Sheridan em uma de suas visitas a Hamburgo nos primeiros passos de sua carreira, e o disco nem sequer foi ao mercado sob o nome de The Beatles, mas com o de Tony Sheridan & The Beat Brothers.

Segundo a casa de leilões, cada membro da banda recebeu o equivalente a US$ 20 pelo trabalho.

 


Mais conteúdo sobre:
músicaBeatles

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.