Concerto para 20 mil pessoas abre Festival Amazonas

Cerca de 20 mil pessoas assistiram na noite deste sábado à abertura da 10.ª edição do Festival Amazonas de Ópera, no Largo de São Sebastião, no centro de Manaus. Com o centenário Teatro Amazonas ao fundo, a nata do canto lírico brasileiro participou do concerto, que teve trechos das óperas já apresentadas pelo festival ao longo de seus dez anos. Os músicos transformaram a praça em um grande palco ao ar livre: a Rainha da Noite de Mozart subiu no telhado do teatro; Figaro, da célebre ópera "O Barbeiro de Sevilha", chegou de bonde e passeou pelo meio do público.Já os personagens da "Cinderela" de Rossini ocuparam as varandas de uma casa do século 19 recém-restaurada; e, no palco improvisado na lateral do teatro, sob um calor de 27 graus, fraques e vestidos de gala nas apresentações de estrelas como a soprano carioca radicada em Viena Eliane Coelho, a meio-soprano Celine Imbert, o tenor inglês Dennis O´Neill e o dominicano Francisco Casanova. "Como é que a moça não cai de lá?", perguntou uma agitada Kevelyn, de 11 anos, durante a apresentação da rainha da noite. "A gente acha que as pessoas aqui não gostam deste tipo de música. Não estamos muito acostumados com ópera, mas é muito bom ter oportunidades assim. Sempre trago ela quando tem apresentação ao ar livre", diz a estudante de enfermagem Eulenice, de 23 anos, mãe de Kevelyn. A programação do festival continua com a estréia, no Teatro Amazonas, de uma nova produção do "Otello", ópera de Giuseppe Verdi, estrelada por Dennis O´Neill, Eiko Senda e Lício Bruno. A regência é do maestro Luiz Fernando Malheiro.

Agencia Estado,

22 de abril de 2006 | 12h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.