Concerto fecha homenagem a Piazzolla

Há dez anos, o bandonionista DanielBinelli despertou na pianista Lilian Barreto o interesse e apaixão por Astor Piazzolla. Ganhou uma parceira de alto nível e,o público, uma grande parceria, que poderá ser vista nesta terça-feira, no Centro Cultural Banco do Brasil, no concerto que encerra asérie Piazzolla - Tango e Paixão, homenagem ao compositorargentino no décimo aniversário de sua morte. Após passar por Brasília e pelo Rio, a série trouxe aSão Paulo artistas como o pianista Arthur Moreira Lima econjuntos como o Blas Rivera Trio. Agora é vez de Binelli eLilian, que se apresentam ao lado do guitarrista CesareAngeleri. Eles vão interpretar oito obras de Piazzolla, nome querevolucionou a linguagem do tango: Oblivion, Decarisino,Fuga y Misterio, Suite del Angel, Allegro Tangabile,Libertango, Triunfal e As Quatro Estações. Binelli trabalhou ao lado de Piazzolla durante três anos desde 1989, quando o compositor o convidou para integrar seufamoso sexteto, o Tango Nuevo. Até então, havia trabalhado emdiversas orquestras argentinas. Sua carreira como instrumentistajá o colocou no palco com artistas importantes, como a pianista,também argentina, Martha Argerich. Com Lilian Barreto - pianista paulista radicada no Rioque também assina a direção musical da série Tango e Paixão- gravou um disco, Piazzollando, registrado ao vivo no Riodurante as primeiras apresentações conjuntas dos dois artistas.Piazzolla - Tango e Paixão. Terça-feira, às 13 horas e às18h30. R$ 6,00. Centro Cultural Banco do Brasil. Rua ÁlvaresPenteado, 112, São Paulo, tel. 3113-3651

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.