Agliberto Lima|Estadão
Agliberto Lima|Estadão

Comissão da UE vai decidir se Sony pode comprar parte do espólio de Michael Jackson

Autoridades antitruste da União Europeia irão decidir até 1º de agosto

Foo Yun Chee, Reuters

28 de junho de 2016 | 18h48

Autoridades antitruste da União Europeia irão decidir até 1º de agosto se permitem que a Sony compre a parte de seu catálogo pertencente ao espólio de Michael Jackson, uma medida que concorrentes como a Warner Music Group afirmam dar poder demais à Sony.

A Sony solicitou a aprovação no dia 24 de junho, de acordo com um registro no site da Comissão Europeia. A agência da UE responsável por regulamentar a concorrência comercial pode aprovar o acordo incondicionalmente ou exigir concessões.

Pode ainda iniciar uma investigação de cinco meses de duração se temer seriamente que o acordo possa prejudicar consumidores e concorrentes.

Em março, a Sony assinou um contrato para adquirir a fatia que o falecido pop star detinha na Sony/ATV Music Publishing, o maior catálogo musical do mundo, que detém os direitos autorais da maioria das canções dos Beatles e de composições dos Rolling Stones, Taylor Swift, Pharrell Williams e Kanye West. 

A Warner Music Group expressou preocupação à Comissão Europeia, disse à Rweuters uma pessoa a par do assunto, e o grupo de lobby Impala, que representa selos independentes e associações de sindicatos nacionais, fez o mesmo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.