REUTERS/Ethan Miller/Files
REUTERS/Ethan Miller/Files

Com três álbuns diamante, Whitney Houston é a primeira artista negra a conquistar marca histórica

O segundo álbum de estúdio de Whitney Houston, de 1987, completa o trio com a venda de 10 milhões de cópias

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2020 | 12h03

Whitney Houston é a primeira artista negra da história a conquistar três álbuns de Diamante (Platina). A marca foi atingida com o segundo álbum de estúdio, de 1987, que vendeu 10 milhões de cópias.

O álbum junta-se a Whitney Houston e O Guarda-Costas e coloca a artista no topo, acima das categorias masculina ou feminina, solo ou grupo. Antes, o álbum de estreia de Whitney, de 1985, e a trilha sonora do filme O Guarda-Costas, de 1992, venderam 13 milhões e 18 milhões, na ordem.

Em janeiro deste ano, a cantora foi anunciada membro da Rock & Roll Hall of Fame. A homenagem terá transmissão no dia 7 de  novembro, na HBO, às 21h, no horário de Brasília.

O álbum de 1987

Após a estreia do álbum de 1985, o novo Whitney (1987) estreou em primeiro na Billboard, em junho, e a cantora foi a primeira mulher cantora a estrear na posição.

No Grammy, a artista levou os troféus de melhor performance vocal pop e o grammy feminino daquele ano por I Wanna Dance with Somebody (Who Loves Me). O álbum vendeu vendeu mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo, tornando-se um mais vendidos de todos os tempos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.