Reprodução/ Estadão
Reprodução/ Estadão

Com Ney Matrogrosso e Baiana System, Festival CoMA 2019 acontece entre 2 a 4 de agosto

A 3ª edição do CoMA vem com line-up diversificado e será realizado no Gramado da FUNARTE, em Brasília

Murilo Busolin, O Estado de S. Paulo

30 de julho de 2019 | 18h30

Entre 2 a 4 de agosto, o CoMA- Convenção de Música e Arte realiza a terceira edição do seu festival em Brasília com a união de shows com os principais nomes da música nacional, além de arte, convenções e palestras.

Serão 3 dias com mais de 40 apresentações, contando com nomes como Ney Matogrosso, Liniker e Os Caramelows, os frenéticos do Baiana System e com o recém-lançado 'Sua Alegria Foi Cancelada' na setlist, a banda Fresno.

Na sexta-feira, 2 de agosto, o festival se inicia com uma festa de abertura do CoMA, ao som de ATR, Da Cruz e Forró RED LIGHT.

O line-up com vários shows será dividido entre dois grandes palcos, o Clube do Choro e o Planetário. 

No sábado, 3, é dia de curtir os shows de: 

-Baiana System

- Maria Gadú

- Hamilton de Holanda Quarteto

- Scalene

- Filipe Ret

- Letícia Fialho e a Orquestra da Rua com participação de Pedro Luís

- Aretuza Lovi

Além de Heavy Baile, Tuyo, Ñanan, Obinrin Trio, Kafé, Camarones Orquestra Guitarrística, Sandro, Raquel Reis, Gypsy Jazz Club, Moara, Perreli B2B Preta, Bandinha Di Dá Dó, Paulo Chaves e Natália Carreira. 

Já no domingo, 4, prepare-se para as apresentações de:

- Ney Matogrosso,

- Liniker e Os Caramelows

- Francisco, el Hombre

- Luedji Luna

- Fresno

- Djonga

- Pedro Luís

-  Joe Silhueta participação de Odair José

O domingo (4) ainda conta com Hodari, Daniel Santiago Quarteto Union, Adriah, Ellefante, Vavá Afiouni, Paula Zimbres e grupo, Realleza, Litieh, Marlene Souza Lima, Karla Testa e Beatriz Águida.

Os ingressos vão de R$ 40 (meia-entrada) a R$ 80 (inteira) para cada dia do festival. O passaporte para todos os dias custa R$ 148 + o valor das taxas. Para adquirir ingressos, clique aqui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.