REUTERS/Mario Anzuoni
REUTERS/Mario Anzuoni

Coachella 2020 é adiado para outubro por conta do novo coronavírus

Festival de música na Califórnia foi transferido para ocorrer em dois fins de semana de outubro

Guilherme Sobota, O Estado de S. Paulo

10 de março de 2020 | 20h23
Atualizado 10 de março de 2020 | 20h49

O Coachella Valley Music and Arts Festival anunciou nesta terça-feira, 10, que o evento foi adiado para outubro de 2020 por conta do surto do novo coronavírus. O festival que ocorreria em abril será realizado nos dias 9, 10 e 11 e 16, 17 e 18 de outubro de 2020.

Em um comunicado divulgado nas redes sociais, a empresa Goldenvoice, que produz o Coachella, não deu informações sobre alterações no line-up.

"Enquanto essa decisão vem num tempo de incerteza global, levamos a segurança de nossos convidados, equipe e comunidade muito a sério", diz a nota. "Pedimos a todos para seguirem as regras e protocolos das autoridades de segurança."

A medida foi tomada seguindo recomendações das autoridades do condado de Riverside, onde o festival é realizado, no estado da Califórnia.

Os headliners do Coachella 2020 são Rage Against the Machine, Travis Scott e Frank Ocean, e artistas brasileiros (Anitta, Pabllo Vittar e DJ Anna) também estão no line-up oficial. 

O festival de música country Stagecoach, que seria realizado em seguida no mesmo local, também foi adiado. Todos os ingressos valerão para as novas datas. Fãs que não puderem comparecer serão reembolsados.

O cancelamento do Coachella marca mais um capítulo importante nas consequências do surto do novo coronavírus na indústria do entretenimento. No início do mês, o festival South by Southwest também já havia sido cancelado nos EUA.

Entre outros artistas que mudaram seus planos de turnês, em vários continentes, por conta do vírus, estão Pearl Jam, Madonna, Green Day, Santana, BTS, Khalid e Mariah Carey. No Brasil, o rapper yasiin bey (Mos Def) cancelou o show que faria em São Paulo no próximo fim de semana, mas sua produção não citou o Covid-19 como motivo.

 

Veja o comunicado do Coachella na íntegra:

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.